4º Festival de Cinema Brasileiro: Terra de Contradições

4º Festival de Cinema Brasileiro: Terra de Contradições


Com uma média de 100 filmes por ano, o cinema brasileiro pode se orgulhar de ser uma das maiores forças da sétima arte na América do Sul, a par da Argentina.

Não é à toa que o Festival de Cinema Brasileiro continua vivo após quatro anos de existência. Para começar, o festival regressa este ano muito pequeno ao Cinéma du Parc, de 26 de novembro a 2 de dezembro, com uma programação forte que resume dois anos de produção nacional.

Maria de Medeiros abre o baile esta noite, às 19h Narrador… contador de histórias“Socialmente Correto” de Luiz Villaca. Atriz franco-portuguesa (Henrique e junho, Pulp Fiction) Ela desempenha o papel de uma professora de francês que cuida de uma criança de rua. Não espere por outro Cidade de Deus. Baseado em uma história real, este doce (também?) longa-metragem segue o caminho da esperança e da redenção. Mas tem a vantagem de contrastar com o niilismo habitual dos filmes de favela.

Mais inspirador e incrível Bisorô Ele se afasta do realismo para se juntar à imaginação poética. A meio caminho entre um conto de fadas, um faroeste e um filme de artes marciais, esta estranheza cinematográfica apresentada em associação com Fantasia conta a história de um campeão de capoeira (a famosa dança marcial afro-brasileira) que, no início do século XX, assume proprietários de plantações de açúcar branco com o poder exclusivo de seu kata.

Não há dúvida sobre isso Bisorô Ele irá agradar aos fãs de filmes de artes marciais. As cenas de batalha também foram desenhadas por Huen Chiu Ku, que também trabalhou nelas. Matriz, Matar Bill E muitos filmes de Jet Li. Digamos, Tigre e dragão Versão amazônica. mas Bisorô (interpretado por Ailton Carmo, dançarino profissional de capoeira) também se distingue pela atmosfera meditativa e pelas cenas espirituais sobrenaturais que o elevam a outro nível – pensamos em particular nas sequências com os espíritos do Candomblé (vodu negro brasileiro) que trazem o herói de volta da terra dos mortos.

READ  Gaza: O Conselho de Segurança da ONU pede uma trégua humanitária

Terra vermelha (filme sobre conflitos entre indígenas e proprietários de terras), Diários de crise (sobre a crise econômica) Aviso geral (sobre crime urbano) Elvis e Madonna (Uma história de amor entre uma lésbica e uma travesti) e Os olhos azuis (Imigração) complementará o elemento fantasia apresentando diferentes perspectivas sobre a realidade brasileira.

Música e cultura gay

Em termos de documentários, bela foto com Croquete DazzieEscrito por Rafael Alvarez e Tatiana Issa. Este filme, que ganhou dois prêmios no recente Festival de Documentários do Rio, narra a jornada improvável de uma trupe de teatro de travestis no Brasil dos anos 1970 e seu impacto na cultura gay global.

Para os fãs da música brasileira, por fim, destacamos Uma noite aos 67Um documentário sobre a revolução tropical do final dos anos 1960 e Além de Ipanemaque narra o último meio século da música pop brasileira, com inúmeros filmes de arquivo e convidados ilustres como Gilberto Gil, Catano Veloso, Tom Zee e David Byrne.

O único grande problema: não conseguimos ouvir nenhuma das músicas citadas no filme! Uma questão de direitos, sem dúvida. Mas podemos realmente permitir tal desvio?

_________________________________________
Festival de Cinema Brasileiro no Cinéma du Parc. Alguns filmes são traduzidos para o francês, outros para o inglês. para mais informações: www.brazilfilmfest.net

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *