“A manipulação de resultados é uma realidade”, Textor reitera acusações de trapaça contra senadores

“A manipulação de resultados é uma realidade”, Textor reitera acusações de trapaça contra senadores

Ouvido por senadores brasileiros nesta segunda-feira, John Textor reiterou as acusações de manipulação de jogos das quais acredita que o Botafogo, clube de sua propriedade, foi vítima.

John Textor, dono do Lyon, foi ouvido nesta segunda-feira pelos senadores brasileiros encarregados de investigar a manipulação de jogos e apostas esportivas. E o empresário repetiu as pesadas acusações de trapaça organizada no Campeonato Brasileiro que, segundo ele, teria penalizado o Botafogo, de sua propriedade.

“Se eu puder provar que 2022 foi manipulado, que 2023 foi manipulado…”

“O que descobrimos não é diferente do resto do mundo, da Bélgica (onde é dono da Molenbeek), da França, de toda a Europa”, disse ele em comentários relatados pelo Globo Esporte.

“A manipulação de resultados (no futebol) é uma realidade”, acrescentou.

Textor conversou durante uma hora com o presidente da comissão parlamentar (CPI), Jorge Kajuru e outros parlamentares para apresentar um relatório que, segundo ele, comprova a manipulação de resultados no futebol brasileiro. E isso parece ter convencido Kajuru. “Tentarei tornar público o relatório de 180 páginas o mais rápido possível, com todas as imagens vistas”, afirmou este último. “Chegamos a uma conclusão simples e objetiva. Tivemos conhecimento de vários sinais muito importantes. Não queremos falar ainda sem provas. Não foi uma conversa sem conteúdo. Pelo contrário, teve conteúdo. Não tem”. não se tratava apenas de fatos e evidências sobre o Botafogo. Ele falou sobre outras partidas e mostrou outras imagens. Temos evidências suficientes para investigar em profundidade.”

“Não se trata de erros na aplicação das regras”

Após esta reunião a portas fechadas, Textor reiterou então as suas acusações de trapaça durante os campeonatos de 2022 e 2023 perante a comissão parlamentar. “Sou dono de clube, quero ganhar campeonatos e se eu conseguir provar, sem sombra de dúvida, que 2022 foi manipulado, que 2023 foi manipulado, além de outras provas de anomalias, posso conseguir a quadra esportiva, o a polícia e o legislativo ajam.”

READ  Curso de português brasileiro em Paris segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

O presidente do Lyon, também dono do clube belga Molenbeek, garante que os erros detectados não resultam de más interpretações da regra, mas de erros intencionais. “Não são erros de aplicação das regras, percebi que não foi uma falha de interpretação”, afirmou. “As regras do impedimento, as faltas, as partidas que assisti que afetaram indiretamente o Botafogo, tentei ver com uma nova perspectiva.”

Em novembro de 2023, Textor se irritou ao vivo na televisão após a derrota do Botafogo para o Palmeiras (4 a 3), acreditando ter sido roubado. Ele pediu a renúncia do presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues. Ele repetiu as acusações diversas vezes ao longo da temporada, o que levou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a pedir-lhe provas no prazo de três dias. Textor explicou que os reservou para o Ministério Público Federal. Na segunda-feira, diante dos senadores, ele pediu a redução considerável do peso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no processo de nomeação de árbitros.

Principais artigos

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *