AMÉRICA/BRASIL – Escolhas Conscientes para a Amazônia e a Sociedade: A Campanha Ribam-Brasil como Abordagem Eleitoral

AMÉRICA/BRASIL - Escolhas Conscientes para a Amazônia e a Sociedade: A Campanha Ribam-Brasil como Abordagem Eleitoral

AMÉRICA/BRASIL – Escolhas Conscientes para a Amazônia e a Sociedade: A Campanha Ribam-Brasil como Abordagem Eleitoral

Brasília (Agência Fides) – A Rede Pan-Amazônica de Igrejas (REPAM-Brasil), organização da Conferência Episcopal Nacional (CNBB), lançou a campanha #EuVotoPelaAmazonia, com o objetivo de ajudar os cristãos e a sociedade a refletir sobre a importância de a eleição, nas eleições gerais de 2 de outubro, os políticos comprometeram os governos com ecologia integrada, agroecologia, justiça social e ambiental, bem-estar e direitos dos povos e seus territórios.
A campanha, que vai de maio a setembro, desenvolverá diversas ações de conscientização como discussões sobre a Amazônia e eleições, ideias, vídeos, materiais para redes sociais e os efeitos das comemorações para as comunidades da região amazônica… e além. Haverá também uma celebração eucarística no Dia da Amazônia, 5 de setembro.
Como afirma a nota publicada pela CNBB e recebida pela Agência Fides, nos últimos anos, a vital região amazônica tem sido violentamente atacada por incêndios, desmatamento, invasão de terras indígenas e progresso de trabalhos agrícolas e de mineração em áreas protegidas. Reconhecendo que outros biomas também estão ameaçados, a Amazônia é essencial no combate às mudanças climáticas e, por isso, estará no centro da campanha “Eu Voto Pela Amazônia”.
L’Archevêque de Porto Velho et secrétaire du REPAM, Monseigneur Roque Paloschi, a souligné que les elections sot un espace fundamental pour l’exercice de la citoyenneté et le moment out pouvons décider de la ve direction de notre de la histogar mandemocracia. “Para isso, é importante uma educação integrada para todos nós, o povo brasileiro. Educação que ajude a fazer escolhas informadas em benefício da sociedade. Todos sabemos da importância fundamental do bioma Amazônia e sua diversidade social, equilíbrio climático e garantindo a possibilidade de vida para as gerações futuras”, sublinhou o arcebispo.
Essa vasta área abriga mais de 180 povos indígenas, além de muitos grupos isolados. “A Amazônia está devastada e devastada por interesses econômicos, resultando em uma superexploração dos recursos naturais, a extração de todas as possibilidades de vida, tudo em nome do desenvolvimento tecnocrático, nos diz Ludato C., colocando em risco a vida de todos os seres”, acrescentou. Arcebispo Roque Balushi.
O CEO da Ribam Brasil, Padre Maria Irene Lopez explicou: “A ideia é fazer desta campanha um momento de forte reflexão e discussão sobre o impacto que um resultado eleitoral pode ter, negativo ou positivo, na Amazônia e além. Cada um de nós, porque tudo está interligado.” .
Na última carta publicada após a Assembleia Geral (veja Fides, 30/04/2022), os Bispos do Brasil afirmaram que “o quadro atual é muito perigoso. O Brasil não vai bem!” Condena, entre outros motivos, a exploração e degradação da casa comum, o desrespeito aos direitos dos povos indígenas, a perseguição e criminalização de lideranças sociais e ambientais, a “fragilidade das medidas de combate aos crimes contra o meio ambiente e os projetos parlamentares de desastre contra a casa comum”. Os bispos, portanto, conclamaram toda a sociedade brasileira a “participar das eleições e votar com consciência e responsabilidade”, escolhendo os projetos de candidatos comprometidos com a defesa integral da vida, em todas as suas etapas, sem descuidar dos direitos humanos e sociais. E nossa casa comum. (SL) (Agência Fides 6/5/2022)

READ  Presidente Macron na lista de alvos potenciais do spyware Pegasus


compartilhamento:

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *