AMÉRICA/BRASIL – “Fake news, religião e política”: curso online para combater a desinformação e fortalecer o compromisso com a verdade

AMÉRICA/BRASIL – “Fake news, religião e política”: curso online para combater a desinformação e fortalecer o compromisso com a verdade

Brasília (Agência Fides) – “Desenvolver a capacidade de verificar as notícias, exercitar a atitude cristã de difundir a verdade e formar uma rede de verificadores de notícias na Igreja”: este é o objetivo do curso online “Fake News, Religião e Política”, que será realizado de 8 a 12 de agosto, das 19h30 às 21h30, promovido na Comissão Episcopal para a Pastoral da Comunicação, pelo Departamento de Comunicação da Conferência Episcopal (CNBB) e pelo Pastoral da Comunicação (Pascom-Brasil), em colaboração com outras entidades envolvidas neste campo.
De acordo com a nota enviada à Agência Fides, o curso de formação, que é gratuito, prevê 300 participantes e acontecerá na plataforma Zoom. Foi promovido devido ao aumento substancial da divulgação de notícias falsas (fake news), com o objetivo de proporcionar formação adequada aos agentes pastorais de comunicação e demais campos pastorais, movimentos e diversos órgãos da ‘Igreja.
O Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro e Secretário Geral da CNBB, Monsenhor Joel Portella Amado, sublinhou: “Estamos assustados com várias situações do nosso tempo, presentes no mundo e, claro, também no Brasil. Trata-se da disseminação de “notícias falsas. Segundo o bispo, trata-se de um fenômeno que, visando enfraquecer as pessoas e a sociedade, deve ser identificado, compreendido e rejeitado com veemência. O compromisso com a verdade é, sem dúvida, uma exigência cristã, mas “diz respeito todos os homens, qualquer que seja a sua fé, porque quando renunciamos à verdade, renunciamos também à nossa condição humana”.
Existem hoje grupos sociais que usam fake news para produzir desinformação e construir narrativas falsas sobre a história, os seres humanos e a verdade dos fatos, com o objetivo claro de ferir as pessoas e desestabilizar a sociedade. democracia, observa o Bispo Auxiliar de Belo Horizonte e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral de Comunicação da CNBB, Monsenhor Joaquim Giovani Mol. “Como cristãos, nosso dever é sempre buscar a verdade e informações corretas com base em dados reais. Nosso dever pastoral é combater e impedir a disseminação de desinformação e fortalecer nosso compromisso com a verdade”.
O coordenador da Pascom-Brasil, Marcus Tullius, explica que o desejo é avançar para o fortalecimento de uma rede de agentes pastorais católicos capazes de monitorar e lidar com esse complexo fenômeno das fake news. “Os parceiros na realização desta iniciativa aderiram à causa, porque estamos convencidos de que é necessário combater a desinformação e que isso se faz com pessoas bem treinadas. É uma tarefa muito difícil, mas, fazendo eco ao Papa Francisco , reafirmamos que devemos acreditar no poder “contagioso” da bondade. Este é um primeiro passo, mas um passo importante para o contexto em que vivemos”.
Entre os temas que serão abordados por palestrantes qualificados: Democracia e desinformação; Verdade e Religião: O Compromisso Cristão: Métodos de Verificação; Ferramentas e técnicas de verificação; Propostas para combater a desinformação.
(SL) (Agência Fides, 22/07/2022)


Compartilhar:

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *