Após 37 anos, Brasil se despede de seu querido FIAT Uno

37 anos. É a duração durante a qual o nome Uno foi comercializado no Brasil. Este pequeno carro urbano, lançado em 1983 na Europa para substituir o 127, já teve grande sucesso com a gente, onde estava Eleito o carro do ano em 1984, e produzido até 1995. Simples, econômico e confiável, não vai escapar do interesse dos sul-americanos, apreciadores desta categoria de veículos (a Chevrolet ofereceu o Chevette, A Volkswagen tinha acabado de lançar o Meta), e foi lançado lá em 1984.

Uno imparável

Mas enquanto na Europa o Palio puis la Punto assumiu este segmento ultracompetitivo de carros urbanos, o Uno continuou seu caminho, produzido no Brasil até 2013, em uma forma quase inalterada por 30 anos! Uno imparável. Uma segunda geração chegou em 2010, ainda chamado de Uno ou “Novo Uno”, construídas com base em um Panda II de 2003 mas com atributos do panda iii que será lançado no ano seguinte. Enquanto a FIAT já estava perdendo fôlego na Europa, seu sucesso na América do Sul (onde ainda é a líder hoje) não foi diminuindo!

Uma partida sob as bandeiras

Isto ” Uno que pensa que é um Panda »Está se preparando hoje para desistir, depois de quase doze anos de existência em sua forma atual e trinta e sete anos da denominação Uno. Para a ocasião, a FIAT está oferecendo um série limitada batizada “Ciao” e limitado a 250 exemplares. No entanto, a FIAT não abandona o segmento, com um supermini básico fornecido pela Mobi e um mais moderno Argo no coração da gama de automóveis da cidade. Aquele que foi para nós apenas um modelo de passagem é uma instituição no brasil e na América do Sul, que hoje deve despedir-se dele com pesar, com anedotas na cabeça e memórias no coração.

READ  Brasil aceita linha de transmissão por meio de reserva indígena na Amazônia

Leia também:

FIAT, 35 anos de presença no Brasil

O novo FIAT Topolino se chama FIAT Mobi

FIAT Panda (2020): o carro urbano passa por uma reforma no seu 40º aniversário

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *