As fraquezas dos republicanos são mostradas

Normalmente, os democratas sofreriam grandes derrotas e perderiam o controle da Câmara e do Senado em novembro, mas não há muita normalidade na política americana atualmente.

Historicamente, o partido do presidente tende a perder cadeiras nas eleições de meio de mandato. Além disso, a classificação de aceitação de Biden está atrasada em águas baixas e o pessimismo econômico é desenfreado.

Em suma, tudo indica que os republicanos devem obter ganhos convincentes em novembro. No entanto, as primárias de terça-feira em cinco estados apontam para rachaduras em suas armaduras.

canhão Trump

Apesar da aparente força dos republicanos, as pesquisas não são muito a seu favor. Parte de sua dificuldade decorre da insistência de Donald Trump em se integrar à cena política quando os eleitores querem se safar.

Dadas as divisões entre os republicanos destacadas na terça-feira, parece que os candidatos fortemente identificados com Trump perderão apoio no centro, enquanto aqueles que ousaram se opor a ele podem perder se Trump reunir seus apoiadores contra eles, em espírito de vingança.

A obsessão de Trump em trazer à tona sua grande mentira sobre as eleições de 2020 só pode prejudicar os republicanos que querem transformar as eleições de meio de mandato em um referendo sobre Biden e a inflação.

Além disso, alguns dos assuntos de Trump (principalmente seus candidatos ao Senado na Pensilvânia e na Geórgia) são fichas que podem custar o controle partidário do Senado.

mobilizar o aborto

Na votação de terça-feira, lembraremos da derrota retumbante dos oponentes do aborto no Kansas. Nesse estado conservador, onde a Constituição, no entanto, garante o direito ao aborto, os republicanos estavam confiantes de que poderiam apagar esse direito por referendo.

READ  Empresa de Trump aluga hotel em Washington por US $ 375 milhões

Eles contavam com a baixa participação dos democratas nas primárias de verão, mas em vez disso galvanizaram os eleitores pró-escolha e o “não” ganhou cerca de 60% dos votos, como os distritos geralmente ganhavam. Republicanos.

Esse resultado é um bom presságio para os democratas que querem acordar seus eleitores de seu sono, tornando o aborto um grande campo de batalha após a virada radical de direita da Suprema Corte sobre o assunto.

Outras bóias salva-vidas

Faltam menos de 100 dias para as eleições de meio de mandato, o que dá aos democratas tempo para aproveitar mais oportunidades. A oposição injustificada dos republicanos a uma lei para garantir assistência médica para milhares de veteranos expostos a gases tóxicos durante o serviço pode ser uma oportunidade.

Em geral, mesmo que a economia permaneça imprevisível, uma rápida queda na inflação pode mitigar a insatisfação dos eleitores com Biden e os republicanos.

Nesse sentido, o projeto de lei anti-inflação liderado pelo senador democrata centrista Joe Manchin poderia colocar algum vento nas velas do governo Biden, ao mesmo tempo em que exporia amplamente a oposição republicana a medidas populares.

À luz das eleições de meio de mandato, os republicanos continuam sendo os candidatos, mas o jogo ainda não acabou.

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *