as notícias da noite

Na Nicarágua, o presidente Daniel Ortega é candidato ao quarto mandato consecutivo. O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, de 75 anos, disputará o quarto mandato consecutivo de cinco anos na votação de 7 de novembro, relatório A imprensa. A Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN, partido no poder) aprovou por unanimidade sua candidatura, em um congresso virtual na segunda-feira, 2 de agosto, e a de sua esposa Rosario Murillo como vice-presidente do país. “Em trinta e sete anos de carreira política, o ditador Ortega concorreu à presidência da Nicarágua oito vezes”, escreve o diário.

Covid-19: A Alemanha oferecerá um reforço da vacina a partir de setembro. A Alemanha oferecerá uma injeção de reforço de vacinas Covid-19 para idosos e pessoas em risco de 1é Setembro, os ministros da saúde dos dezesseis Länder anunciaram na segunda-feira. “Esta decisão vem enquanto a variante Delta continua a se espalhar rapidamente e os testes sugerem que a eficácia da vacina diminui com o tempo”, explica o Onda alemã. O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, e os ministros da saúde de Länder também votaram para recomendar a vacinação para todos os jovens de 12 a 17 anos, “Uma decisão que vai além das recomendações preconizadas pelo órgão regulador da imunização do país, Stiko”, sublinha o rádio e a televisão.

Covid-19: os Estados Unidos cumprem a meta de vacinação estabelecida por Joe Biden. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a principal agência de saúde pública dos EUA, disse na segunda-feira que 70% dos adultos nos Estados Unidos receberam pelo menos uma dose da vacina Covid-19. O limite tem “finalmente” foi alcançado, quase um mês após 4 de julho, “A data alvo inicial” definido pelo presidente Joe Biden, alívio Revista New York. A mídia observa que “O ritmo de vacinação se recuperou” no país, “Em um contexto de preocupação com a variante Delta altamente contagiosa”.

No Brasil, a justiça eleitoral vai investigar Jair Bolsonaro. O Tribunal Superior Eleitoral do Brasil decidiu na segunda-feira investigar o presidente Jair Bolsonaro após seus ataques não comprovados à legitimidade do sistema de votação eletrônica, em vigor desde 1996. O diário Jornal evocado “A ação mais enérgica” contra o líder da extrema direita “Desde que começou a ameaçar as eleições de 2022”. O tribunal eleitoral também concordou em solicitar ao Supremo Tribunal Federal que investigue o chefe de Estado por espalhar notícias falsas sobre as eleições durante seu discurso semanal no Facebook em 29 de julho.

READ  Prêmio Foto da Alliance Française do Brasil: últimos dias

Seleção editorial

  • Nicarágua
  • Informação da noite

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *