Azul retoma suas rotações entre Suriname e Brés

Desde segunda-feira, as medidas para entrar na França de avião para viajantes do Brasil abrandaram. A empresa Azul retomou as rotações com Suriname e Saint-Martin. Já para a Guiana, não há data antecipada para a volta da empresa brasileira na pista de Félix-Eboué.

« Diante das incertezas do cenário internacional, como o câmbio elevado, a empresa Azul não planeja retomar seus voos para a Guiana Francesa. No entanto, a empresa continua a acompanhar de perto a evolução das solicitações dos clientes de forma a definir os próximos passos desta operação. “, Indica em nota à imprensa a empresa brasileira.

Assim, até novo aviso, as ligações Caiena / Belém e Caiena / Fortaleza encontram-se suspensas. A única forma de viajar de avião entre a Guiana e o Brasil é passando por Paris. Principalmente porque na direção Brasil / França, os procedimentos de entrada foram relaxados desde 19 de julho.

Sem quarentena para viajantes vacinados do Brasil

Se os viajantes do Brasil (cidadãos franceses e europeus, seus cônjuges e filhos, nacionais da União Europeia com residência principal na França) estiverem totalmente vacinados, deverão apresentar comprovante de vacinação e declaração de honra que ateste a ausência de sintomas de infecção por covid-19 e contato com um caso confirmado de covid-19.

Esta regra diz respeito aos viajantes que beneficiam de um esquema de vacinação completo com uma vacina reconhecida pela Agência Europeia de Medicamentos (Pfizer, Moderna, AstraZeneca ou Janssen). As pessoas vacinadas não terão que ficar em quarentena quando chegarem à França.


WB CWB Azul 2009.5566 Mariordo Mario Rober

Se os viajantes não forem vacinados, eles devem ser capazes de justificar uma razão convincente para ir para a França. Devem também apresentar PCR ou teste de antígeno negativo, com data inferior a 48 horas, antes da partida. Além disso, ficarão sistematicamente sujeitos a uma medida de quarentena por um período de dez dias.

READ  O balanço da pandemia no mundo: mais de 2.890.000 mortos

Esta medida será acompanhada de restrições aos horários de saída do local de isolamento (exceto no caso de trânsito em zona internacional).

Voos para Suriname e Saint-Martin

Embora a Guiana ainda não tenha voltado à lista de destinos da Azul, a empresa já retomou seu rodízio com Saint-Martin nas Antilhas Holandesas.

Por outro lado, nos dias 22 de julho e 12 de agosto, a Azul realiza um rodízio pontual com o Suriname, entre Belém e Paramaribo. A Azul atualmente não tem nenhuma conexão regular com o Suriname. Ela vai operar esses dois voos em nome da Surinam Airways, uma empresa que atualmente enfrenta questões legais.

Já a fronteira terrestre entre Guiana e Brasil, ou seja, a ponte binacional, permanece fechada.

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *