Brasil esmaga Bolívia e Neymar é traidor

Sob Neymar, o Brasil venceu a Bolívia por 5 a 0 na sexta-feira, na eliminatória para a Copa do Mundo de 2022.

O Brasil iniciou sua busca pela sexta estrela para o campeão mundial com um piquenique contra a Bolívia (5-0), sexta-feira, em São Paulo, com um duplo de Firmino e Neymar calados, mas um passe decisivo. Incerto até o último momento para esta primeira jornada de eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, o astro do atacante do Paris Saint-Germain, recuperado de uma dor nas costas, ia amarrar Ronaldo ao segundo lugar do grupo de artilheiros da Seleção. Mas ele não conseguiu marcar pela 62ª vez ao escolher o nº 102. A estrela do Paris Saint-Germain teve um gol negado por impedimento (78) e perdeu duas chances claras na frente do goleiro Lampre (39, 57). Ele pegou um pouquinho no primeiro tempo, acordou do intervalo e deu dois caviar, para Firmino (49) e Coutinho (73).

Firmino se oferece um duplo

O brasileiro nº 10 de cada temporada apresentou uma série de dribles alucinantes, cordas de mini-bridge e roleta de área (65º). Se a partida não tivesse sido disputada a portas fechadas, ele deveria ter aplaudido de pé esse feito notável. Com as fortes chuvas, o Brasil começou bem. A Bolívia poderia ter marcado sem tocar na bola, após uma longa sequência de 45 segundos, caso o Everton tivesse perdido o gol inevitável. O zagueiro parisiense Marquinhos perdeu uma clara oportunidade na sequência (terceiro lugar), mas acabou acertando o gol com um cabeceamento imparável após cruzamento de Danilo (1-0, 16º). A equipe se divertiu muito, pois enfrentou um adversário muito fraco que deixou brechas para os dois lados. Firmino marcou o segundo gol (30) com cruzamento rasteiro de Renan Lodi, que foi recebido por Neymar. O atacante do Liverpool deu dois gols (3-0, 49º) e passou a bola entre as pernas de Lambi, após receber um bom passe de Neymar, novamente.

READ  “Eles estão no nível de Messi”, Felipe Lewis cita seus melhores jogadores

Uma vaga no Peru para reorganizar a final da Copa América

O infeliz Carrasco marcou no gol de sua equipe (4-0, 66º), Rodrigo cabeceou na própria rede. Coutinho, que está em grande forma desde o retorno ao Barcelona, ​​acabou recitando uma picada de Neymar no Centro Milimetrado (5-0, 73). Depois dessa entrada tranquila diante de um adversário muito fraco, o Brasil pode enfrentar mais dificuldades nesta terça-feira, em Lima, contra o Peru, que tentará se vingar da derrota para a Seleção na última final da Copa América (3-1). General, no Maracanã

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *