Brasil leiloa 22 aeroportos e 5 portos

O Brasil está organizando leilões de franquia para 22 aeroportos, cinco portos e uma ferrovia na expectativa de arrecadar 1,5 bilhão de euros e mostrar sua capacidade de atrair investidores apesar da fragilidade de sua economia. Esses leilões deveriam ocorrer em outubro passado, mas devido à pandemia foram adiados e começam na quarta-feira, 7 de abril. Entre os grupos da corrida francesa está Vinci. E ganhou a distinção de 7 aeroportos.

A rede de leilões de infraestrutura, batizada de InfraWeek, começou quarta-feira com franquias de 30 anos para 22 aeroportos. Este primeiro dia terminou com sucesso. O Estado brasileiro vendeu as três peças dos leilões e arrecadou 63,4 milhões de euros. O Grupo francês Vinci conquistou uma das concessões de 7 aeroportos no norte do país, incluindo o Aeroporto de Manaus, capital da Amazônia. O grupo brasileiro CCR, grande player da infraestrutura de transportes do Brasil, venceu os outros dois grupos.

Em meio a uma crise de saúde, o país com um número recorde de mortes vê sua economia sofrendo com o ressurgimento do vírus. Por meio desses leilões, o governo brasileiro espera arrecadar cerca de 1,5 bilhão de euros e mostrar a atratividade do país para os investidores.

O presidente Jair Bolsonaro, que planeja ser reeleito no próximo ano, está pessoalmente envolvido no processo, anunciando em mensagens do Telegram ” Os maiores leilões de aeroportos da história ».

O leilão termina sexta-feira e tratará de uma concessão ferroviária e cinco terminais portuários.

Leia também: Brasil: Jair Bolsonaro muda de gabinete e anuncia seis mudanças de gabinete

Leia também: Covid-19: Mais de 4.000 mortes em 24 horas no Brasil, a epidemia parece estar saindo do controle

READ  A quarta temporada de Tales of Ladybug e Cat Noir chegará à Netflix em 2021?

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *