Brasil: Pelé é liberado da terapia intensiva

A lenda do futebol brasileiro Pelé deixou a unidade de terapia intensiva de um hospital de São Paulo enquanto se recuperava de um pólipo “suspeito” no cólon, de acordo com o último boletim médico publicado na terça-feira.

• Leia também: Brasil: operação de Pelé para pólipo de cólon “suspeito”

• Leia também: Pelé foi vacinado, um “dia inesquecível” para ele

“O paciente Edson Arantes do Nascimento está em boas condições clínicas e deixou a unidade de terapia intensiva. O Hospital Albert Einstein, onde o tricampeão mundial de 80 anos foi internado no dia 31 de agosto, explicou.

“Estou mais feliz a cada dia, pronto para jogar 90 minutos mais prorrogação. Nos encontraremos novamente em breve”, escreveu Rei Pelé no Instagram, agradecendo aos fãs pelas “milhares de mensagens de carinho” que receberam desde sua hospitalização.

Esta mensagem é ilustrada por uma foto dele sorrindo, ambos levantados, embora o octogenário parecesse cansado e com os olhos pesados.

Na noite de segunda-feira, uma de suas filhas, Kelly Nascimento, indicou – também no Instagram – que seu pai estava “pronto para sair da UTI e voltar logo para casa”.

“Ele é forte e teimoso e com o apoio e carinho da brilhante equipe do Einstein (do hospital) e todo o amor, energia e luz que ele está enviando para o mundo inteiro, ele vai ficar bem!” Ela adicionou à sua postagem.

Pelé foi operado em 4 de setembro por causa de um pólipo “suspeito” no cólon, descoberto durante exames de rotina.

Sua saúde piorou nos últimos anos, com várias hospitalizações.

A última vez foi em abril de 2019, em Paris, devido a uma infecção aguda do trato urinário. De volta ao Brasil, as pedras nos rins foram removidas.

READ  Convergência em QUB em Quebec

Único jogador de futebol da história a vencer a Copa do Mundo três vezes (1958, 1962, 1970), Pelé marcou 1.281 gols em 1.363 partidas.

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *