Brasil vai assinar “acordo florestal”, já que desmatamento da floresta amazônica agravou as emissões de GEE do país

O Brasil, que abriga 60% da floresta amazônica, vai assinar um importante acordo internacional sobre preservação florestal na COP26.

O “Forest Deal“é uma das principais questões da conferência climática da ONU que será realizada em Glasgow de 31 de outubro a 12 de novembro.

Já confirmamos nossa adesão. Isso mostra, mais uma vez, a nova postura de um Brasil comprometido com os temas do desenvolvimento sustentável e mais especificamente as mudanças climáticas.disse Paulino Franco de Carvalho Neto, secretário de Políticas Multilaterais do Itamaraty.

Espera-se que o acordo sobre a conservação da floresta estabeleça metas globais claras para reduzir o desmatamento e a degradação da terra até 2030.

Na quinta-feira, um relatório do coletivo de ONGs Observatório do Clima mostrou que as emissões de gases de efeito estufa aumentaram 9,5% em um ano no Brasil em 2020, apesar da pandemia.

De acordo com este relatório, essa exceção brasileira se deve a “o aumento do desmatamento, principalmente na Amazônia, que colocou o país na contramão do resto do planeta

Desde o início do mandato do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro em 2019, a Amazônia brasileira perdeu cerca de 10.000 km2 de floresta por ano, o equivalente à área do Líbano, contra 6.500 km2 por ano na década anterior. .

Bolsonaro, no entanto, anunciou em abril que o Brasil está empenhado em erradicar todo o desmatamento ilegal até 2030.


►►► Para ler também: Desmatamento, aquecimento global, incêndios … Algumas florestas emitem mais carbono do que absorvem


O presidente Bolsonaro estará ausente da COP26, apesar de uma viagem à Europa para a reunião do G20 neste fim de semana em Roma.

READ  Loot da última parcela lançada para um novo grupo

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *