Brasil x Argentina: fotos malucas de confrontos entre torcedores, policiais e… jogadores

Brasil x Argentina: fotos malucas de confrontos entre torcedores, policiais e… jogadores

A vitória da Argentina continuará sendo um conto de fadas. Embora seja histórico que a Albiceleste no Maracanã (0 a 1) tenha terminado o ano em primeiro lugar no ranking mundial da FIFA. Os campeões mundiais infligiram ao Brasil a primeira derrota em casa de sua história nas eliminatórias nesta terça-feira, durante um choque elétrico que começou com meia hora de atraso devido a acontecimentos nas arquibancadas. Lionel Messi, oito vezes vencedor da Bola de Ouro, não brilhou, mas foi Otamendi quem deu a vitória à Albiceleste graças a um furioso chute de capacete de escanteio (63).

Esta vitória no lendário antro do futebol brasileiro, no Rio de Janeiro, permitiu à Argentina permanecer na liderança das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2026 e se recuperar da derrota por 2 a 0 para o Uruguai na quinta-feira, a primeira desde que foi coroada mundial. campeão. no Catar. Por sua vez, o Brasil está imerso na crise, com o terceiro revés consecutivo, depois de perder para o Uruguai (2-0) no mês passado, e depois para a Colômbia cinco dias antes. Os comandados do técnico Fernando Diniz caíram para o sexto lugar, último sinônimo de qualificação direta para a Copa do Mundo.

Confrontos ocorreram entre torcedores argentinos e policiais brasileiros antes do início da partida. AFP/Karl de Souza AFP ou seus licenciadores

O jogo do Super Clásico quase não aconteceu, pois os jogadores argentinos abandonaram o campo por alguns momentos para regressar aos balneários após confrontos entre adeptos dos dois países, que foram reprimidos através de forte intervenção da polícia. “Não vamos brincar, vamos embora!” O capitão argentino Lionel Messi disse ao deixar o campo, segundo imagens transmitidas pela televisão local.

READ  Wendi Renard é titular pela França e Brasil

” Isso é loucura “

O pontapé inicial foi finalmente dado quando a calma voltou às arquibancadas, mas a tensão era palpável em campo. Porém, a Associação das Torcidas Brasileiras (Anaturg) alertou no dia anterior sobre os perigos de não haver um setor dedicado à torcida argentina no Maracanã. A maioria deles se posicionou atrás de um dos gols, no meio da torcida brasileira.

Reação de Lionel Messi após confrontos entre torcedores e seguranças nas arquibancadas atrasou o início da partida (Reuters/Ricardo Moraes)
Reação de Lionel Messi após confrontos entre torcedores e seguranças nas arquibancadas atrasou o início da partida (Reuters/Ricardo Moraes)

Fizemos isso porque era uma forma de acalmar um pouco as coisas. De baixo, não havia muito que pudéssemos fazer. Pudemos ver como eles estavam vencendo a multidão. “Algo ruim poderia ter acontecido”, explicou o pequeno gênio argentino ao final da partida. “Isso não pode ser tolerado. Isso é uma loucura e deve parar agora!”, gritou ele no Instagram.

Uma das imagens fortes desses acontecimentos permanecerá em campo e nas arquibancadas: Emiliano Martinez, o excêntrico goleiro argentino, confrontou um policial brasileiro, antes que outros dois policiais o interceptassem. Uma noite como nenhuma outra.

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *