Canal de TV brasileiro que destaca a missão estratégica do Marrocos no Oceano Atlântico

Une chaîne de télévision brésilienne met en avant la vocation stratégique du Maroc sur l’Atlantique

Domingo, 6 de junho de 2021 às 19:42

Brasília – O canal brasileiro de TV “Brasil Nordeste” dedicou o último episódio de um programa especializado em assuntos africanos ao novo dinamismo de desenvolvimento do Reino e sua ampla abertura ao Oceano Atlântico.

A mídia brasileira passou em revista os principais projetos lançados recentemente no país, as parcerias de nova geração firmadas com países africanos, bem como o bom estágio da relação marroquino-brasileira.

Assim, o Marrocos, dono da economia mais forte do Norte da África, lançou um dos projetos mais ambiciosos da África, o projeto do gasoduto que se estende da Nigéria ao Marrocos e beneficia 13 países do Ocidente. O especialista internacional brasileiro Alter de Sousa Maya, que foi o convidado do programa “Parla África”, também o confirmou.

Enfatizando a especificidade da localização geográfica do Marrocos, no noroeste da África, a cerca de quinze quilômetros da Europa e com uma frente marítima voltada para o Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo, a mídia brasileira noticiou algumas das realizações que dedicaram a liderança africana de Sua Majestade o Rei Mohammed VI .

Para o Brasil nórdico, o Marrocos se destaca como um dos países africanos mais industrializados, principalmente nos setores de eletricidade, química, automobilística e aviação, e hoje ocupa posição como uma das economias africanas, sendo o mais atraente investimento estrangeiro .

O ex-professor da Universidade Católica de Brasília também se concentrou na construção do gigantesco porto de Dakhla, nas províncias do sul do reino, acrescentando que, desde seu retorno à União Africana, o Marrocos tem fortalecido as parcerias com países principalmente africanos. áreas de sua economia.

A emissora brasileira também destacou as fortes relações de parceria entre o Brasil e o Marrocos, lembrando que os dois países mantêm relações diferenciadas nas áreas política, diplomática e econômica.

READ  Na imprensa espanhola, "surpreende" Pablo Longoria, o novo chefe da OM

Falando no mesmo programa, o Embaixador do Marrocos em Brasília, Sr. Nabil Adgouqi, elogiou, por sua vez, a qualidade da parceria bilateral entre Marrocos e Brasil, especialmente no campo econômico, lembrando que o Reino exporta de perto um bilhão de fertilizantes e produtos químicos. Essencial para a maior economia da América do Sul. Com base nessa realidade, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro descreveu recentemente o Marrocos como um parceiro “estratégico” do Brasil.

O Sr. Adgogui acrescentou que os dois países têm agora um quadro jurídico multidimensional que vai promover o lançamento de vários projetos conjuntos entre operadores privados marroquinos e brasileiros, nomeadamente no domínio da segurança alimentar e logística marítima.

Nesse sentido, o embaixador marroquino lembrou que o agronegócio brasileiro está cada vez mais interessado na plataforma logística marroquina Tanger Med.

Além disso, o porto de Dakhla, que tem aproximadamente o mesmo tamanho do porto de Tânger Med, proporcionará oportunidades comerciais e logísticas especiais para os países da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental, com os quais o Reino estabeleceu parcerias econômicas, que vão desde comércio para investimento, comunicações e setor bancário. Ele mencionou particularmente o projeto conjunto lançado em março de 2021 com a Nigéria para fornecer a este país insumos agrícolas.

O diplomata marroquino também destacou a importância do gasoduto Nigéria-Marrocos, “um projeto de US $ 25 bilhões que provavelmente mudará a face geral energética e econômica do espaço da África Ocidental”.

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *