Colômbia pede adiamento da Copa América e enfrenta rejeição

(Bogotá) O ministro dos Esportes da Colômbia, Ernesto Lucena, anunciou, quinta-feira, que a Colômbia solicitou o adiamento da Copa América de futebol, organizada em conjunto com a Argentina, para 13 de junho, mas enfrentou a rejeição da CONMEBOL.


France Media

“No momento, a impossibilidade de contar com a torcida faz com que a Copa não seja o evento com que todos sonhamos”, declarou em mensagem à mídia Lucena, cujo país vem sendo abalado pelos violentos protestos que se somam à agravamento da epidemia de COVID-19.

O ministro sugeriu adiar o campeonato continental “até ao final do ano”.

“Exigimos que a Colômbia, como a Argentina, tenha um prazo para que este evento seja realizado da melhor forma possível com a torcida nos estádios”, acrescentou o ministro.

Mas a CONMEBOL, órgão regulador do futebol sul-americano, recusou qualquer adiamento e anunciou que os jogos planejados na Colômbia serão realizados em outro lugar.

“Por motivos de calendário internacional e logística do torneio, é impossível adiar a Copa América de 2021 para novembro”, disse Konmebol em um comunicado.

Ela acrescentou que os locais para onde serão transferidos os jogos planejados na Colômbia serão divulgados posteriormente.

Desde 28 de abril, a Colômbia tem sido abalada por manifestações antigovernamentais, que foram severamente reprimidas pelas forças de segurança. Eles mataram pelo menos 42 pessoas, incluindo um policial, e mais de 1.700 feridos.

Bogotá, Medellín e Cali foram algumas das cidades onde as partidas aconteceram, palco de violentas agitações. As partidas da Copa Libertadores e Black Americana tiveram que ser transferidas para outro lugar do país, até mesmo para o Paraguai.

Na semana passada, o encontro entre os clubes da América e do Atlético Mineiro, em Barranquilla, foi suspenso por cinco vezes devido ao gás lacrimogêneo usado para dispersar os manifestantes perto do estádio onde foi realizada a partida.

READ  A torcida na final da taça permitiu 10% no Maracanã

No entanto, o governo colombiano afirmou que essas manifestações não foram o motivo de sua decisão de solicitar o adiamento, mas sim o motivo da necessidade da torcida nos estádios.

Além desses protestos, a Colômbia também está enfrentando uma terceira onda da pandemia COVID-19, com registros diários de infecções e mortes.

A Copa América é o torneio continental mais antigo da história do futebol, o mais importante organizado pela CONMEBOL e um dos eventos esportivos mais assistidos do mundo. A edição de 2021 seria sediada por dois países pela primeira vez.

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *