Coronavírus: primeiros quatro casos de variante brasileira detectados na Bélgica

Essa nova variação do vírus preocupa porque, como a variante sul-africana, seria mais contagiosa e menos sensível a anticorpos.

QContaminações uatre pela variante brasileira P.1 do coronavírus foram identificadas pela primeira vez na Bélgica, escreveu De Standaard na terça-feira. A informação foi confirmada a Belga por Guy Baele, do Instituto Rega de KU Leuven. Essa nova variação do vírus preocupa porque, como a variante sul-africana, seria mais contagiosa e menos sensível a anticorpos.

De acordo com Guy Baele, uma das quatro infecções é de um homem de 57 anos de Seraing, na província de Liège. O homem de cinquenta anos não viajou, mas foi observada uma relação genética com outro caso detectado em Marselha. Ainda faltam várias peças do quebra-cabeça e os detalhes devem ser examinados para ver com mais clareza, acrescentou a pesquisadora.

Os outros três casos foram encontrados em Bruxelas. Uma das pessoas infectadas estava em contato com alguém que viajou ao Brasil em dezembro.

A amostra Seraing foi descoberta por acaso pela Universidade de Liège, onde as amostras foram colhidas aleatoriamente. Portanto, poderia haver mais infecções com a variante brasileira P.1 na Bélgica.

“Temos poucos dados sobre essa variante, mas ela se enquadra na mesma categoria da sul-africana”, potencialmente mais contagiosa e menos sensível a anticorpos. “Há preocupações de que as vacinas possam ser menos eficazes contra essas variantes, mas isso ainda não foi determinado. “

READ  Sputnik V | Rejeição da vacina Sputnik com base em dados russos, defende Brasil

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *