Covid-19: Lançamento de Jair Bolsonaro ‘Stop Whining’ para brasileiros preocupados com a saúde

Um dia depois de o Brasil bater o recorde de 1.910 mortes em 24 horas, o presidente Jair Bolsonaro disse à imprensa e a pessoas preocupadas com a deterioração da saúde durante um discurso: “Por quanto tempo vocês vão reclamar de novo?”

Uma polêmica nova saída do presidente brasileiro, que continua minimizando a gravidade da epidemia no Brasil. Porém, se acrescenta que é preciso “respeitar o idoso, claro, quem sofre de doenças e comorbidades”, refere-se a BBC News Brasil, Jair Bolsonaro fez um discurso muito crítico às cidades e países que estão agindo em nível local para tentar conter o coronavírus.

Com efeito, face à ausência de medidas a nível nacional por parte do estado federal, os próprios autarcas e governadores de alguns estados têm tomado medidas, nomeadamente o encerramento de algumas empresas ou a introdução de coberturas. Incêndio, principalmente em São Paulo e no Rio.

Referindo-se ao argumento para salvar a economia brasileira, Jair Bolsonaro disse: “Negócio essencial é tudo que o chefe da família precisa para levar pão para casa, droga!” Por isso, ele manifestou seu desejo de combater o vírus e, em particular, o desemprego ao mesmo tempo. “Quanto tempo vamos ficar em casa?” Até quando tudo vai fechar? Ninguém aguenta mais ”, disse ele.

Ele também foi muito crítico em relação à campanha de vacinação e aos pedidos de muitos funcionários eleitos locais ou cientistas solicitando mais doses. “Há idiotas que vemos nas redes sociais, na imprensa, eles dizem ‘Vá comprar as vacinas’. Só se for na casa da sua mãe. Ele respondeu: ‘Não há vacina à venda no mundo.'”

Com quase 2.000 mortes por dia e quase 260.000 vítimas do coronavírus, o Brasil continua sendo o segundo país mais pobre do mundo, depois dos Estados Unidos.

READ  Messi espera final difícil contra Brasil e Neymar

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *