Covid: À medida que a crise sai do controle, a Indonésia se tornou o epicentro da epidemia global

Pour les épidémiologistes, les données officielles du gouvernement indonésien dissimulent une crise bien plus grave.

Postado em 15 de julho de 2021 8:19

Depois de acreditar no ano passado, como outros países do Sudeste Asiático, que conseguiriam escapar da crise global de saúde, a Indonésia, desde o início de junho, enfrenta um surto incontrolável da epidemia de Covid-19. E o país registrou oficialmente, nesta quarta-feira, 54 mil novos casos do vírus, superando o total registrado em outros grandes países que foram infectados com o vírus. No território indígena, que tem mais de cinco habitantes, as autoridades identificaram, no mesmo dia, 39 mil novas infecções, quando o Brasil identificou 45 mil.

Para os epidemiologistas, dados oficiais do governo indonésio escondem uma crise mais grave. O país de 270 milhões de habitantes testa relativamente pouco (200.000 testes por dia), principalmente em sua capital Jacarta, Bali e algumas grandes cidades na ilha de Java. “Provavelmente estamos enfrentando um declínio maciço de valor”, alerta o epidemiologista Dickie Bodeman em uma carta ao The Conversation.

O pesquisador lembra que a taxa de positividade nacional já chega a 27%, o que significa que uma em cada quatro pessoas testadas é portadora do vírus. Ele observa que um estudo sorológico realizado em Jacarta acaba de mostrar que 44% dos 10 milhões de residentes da capital indonésia eram portadores de anticorpos contra Covid-19 na primavera passada, antes mesmo da variante chegar ao país do delta. Na época, dados oficiais estimavam que apenas 8% das grandes cidades estavam infectadas.

Alerta hospital

Hospitais em todo o país estão soando o alarme, dizendo que estão prestes a ser sobrecarregados por um grande número de pacientes e começando a ficar sem oxigênio. Na terça-feira, o Ministro da Saúde, Budi Gunadi Sadiqin, explicou ao Parlamento que 90.000 dos 120.000 leitos planejados para pacientes de Covid já estavam ocupados. “Nacionalmente, ainda temos espaço. A taxa de ocupação é muito alta em alguns municípios onde a variável delta é muito forte.”

READ  Ministros das finanças concordam com imposto corporativo global

De acordo com a plataforma Our World in Data, a taxa de mortalidade do arquipélago é agora de 3,32 mortes por milhão de habitantes. Isso é maior do que a taxa de 3,04 medida no auge da “grande” onda de infecções na Índia em maio.

Sem medidas drásticas de saúde

Por enquanto, o presidente da Indonésia, Joko Widodo, não quis recorrer à contenção estrita e preferiu restrições direcionadas nas áreas que parecem ser as mais atingidas. O executivo limitou a movimentação entre os municípios, exigiu o fechamento de shoppings, encerrou o serviço de quarto em restaurantes e convocou as empresas a incentivar o trabalho remoto.

“O governo tem relutado em recorrer ao bloqueio, pois teme o impacto na economia, especialmente para as dezenas de milhões de indonésios que trabalham ou negociam no setor informal e não podem trabalhar em casa.” , observa o analista Ben Bland, do The Lowy Institute. Como resultado, a mensagem pública do governo foi muito confusa, com alguns altos funcionários inclinados a minimizar os riscos da pandemia para a saúde. “

Muito poucas pessoas foram vacinadas

Diante da crise crescente, Jacarta agora promete acelerar sua campanha de vacinação, mas o governo está lutando para garantir as doses adequadas e concentrou seus esforços em milhares de ilhas. Atualmente, apenas 5,5% da população foi totalmente vacinada, em grande parte com a solução chinesa Sinovac, que luta para mostrar eficácia contra a variante delta.

“De acordo com meus cálculos, a infecção por Covid pode atingir o pico no final de julho ou início de agosto, com 200.000 casos positivos por dia, se as restrições forem respeitadas e uma máscara for usada”, avisa Dickie Bodeman. “Se essas restrições forem ineficazes, poderemos observar 400 mil novas infecções por dia”, preocupa-se o especialista, que teme uma crise muito longa. “A pandemia expôs as fraquezas da Indonésia, desde um sistema de saúde subfinanciado e sobrecarregado até a má coordenação dentro do governo central e entre o governo central e as autoridades locais”, conclui Ben Bland.

READ  FCC Chairman Ajit Bay abandoned his legal attempt to "clarify" Internet law

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *