duelo remoto entre Lula e Bolsonaro durante um 1º de maio muito político

Publicado em :

Para o dia 1º de maio, o ex-sindicalista Lula mobilizou suas tropas em frente a um estádio de futebol em São Paulo, onde celebrou o sindicato contra o governo Bolsonaro. O presidente também convocou manifestações em várias cidades, já que a diferença entre os dois candidatos para as eleições de outubro está diminuindo.

Com nosso correspondente em São Paulo, Martin Bernard

É ao som de ” Lula, guerreiro do povo brasileiro que o ex-presidente foi saudado por milhares de ativistas incansáveis ​​após 4 horas de discursos de sindicalistas, canções e música popular.

Para este 1º de maio anterior eleições de outubro, todos os sindicatos se uniram em torno de Lula, mesmo os mais moderados. Com um único alvo: o presidente cessante Jair Bolsonaro. ” Esse atual dirigente que chamo de fascista e genocida, nunca recebeu os dirigentes sindicais. Então esse cara só governa para seus milicianos “, disse Lula.

Baixa diferença nas pesquisas

O ex-presidente destacou o alto custo de vida e a fome que, segundo ele, afetaria 19 milhões de pessoas, ou quase 10% da população. Lula diz que quer lutar por um ” país civilizado “.

Mas Jair Bolsonaro não quis deixar a esquerda ocupar todo o terreno neste 1º de maio. Ele convocou várias manifestações pró-governo. Ele até fez uma breve aparição na frente de seus militantes em Brasília, enquanto algumas pesquisas mostram que ele está apenas seis pontos atrás de Lula. A luta, portanto, está apenas começando e promete ser muito dura.

► Leia também: Brasil: desemprego e precarização de empregados em alta poucos meses antes da eleição presidencial

READ  Futsal: França - Brasil como cartaz de prestígio no Toulon Sports Palace no início de abril

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *