É realizado o segundo Festival Internacional de Documentários da Amazônia do Caribe

As três emissoras do grupo France Television na Guiana, Guadalupe e Martinica (6-10 de outubro de 2020) transmitiram as realizações do Festival Internacional de Documentários da Amazônia (FIFAC).

Esta é a segunda edição do Amazon Caribbean International Documentary Film Festival (Vivac), Online (requer pandemia), na plataforma Fifac para disponibilizar documentários e ao ar livre no local de deportação Saint Laurent de Maroni, na Guiana Francesa.

Em sua primeira postagem, Martinica apresenta especiais de televisão, dois ou três documentários todas as noites. *

Festival em Saint-Laurent de Maroni (Guiana)

Este festival reúne diretores, atores e produtores, e oferece exibições de filmes inéditos, jornadas profissionais e encontros, além de momentos de indulgências ou master classes, respeitando os gestos de barreira.

Os filmes selecionados para a seleção oficial concorrem a diversos prêmios: Grande Prêmio FIFAC-FranceTélévisions (Melhor Filme) – Prêmio do Júri (Melhor Diretor) – Prêmio Geral – Prêmio Aluno do Ensino Médio – Prêmio Melhor Conteúdo Digital.

12 longas-metragens, 10 curtas-metragens, 7 documentos da web em competição

Muitos países e territórios estão representados, Guiana, Guadalupe, Haiti, França, Trinidad e Tobago, Jamaica, República Dominicana, Canadá, Colômbia, Brasil, Venezuela, Martinica.

Nada menos que 12 longas-metragens, 10 curtas-metragens, 7 documentos da web … sorte para esta segunda edição.

A Martinica é representada pelo “homem certo” Viani Sotis e William Zebina. Guadalupe apresenta “Comarade Jean” de Frank Salon e França “More Bananas, the Chlordecon Scandal”, filme de Bernard Crutzen.

Para encerrar o Documentário Fifac, o premiado documentário de 2019, “Douvan Jou Ka Lévé” de Gessica Géneus, será transmitido nas primeiras emissoras.

O júri é presidido por Jack Marshall

O júri será presidido por Jacques Martial, conhecido no mundo do teatro e da direção, pelo seu carisma e capacidade como realizador (Grand Halle de la Villette, o Ato Memorial).

READ  Barman antropomórfico embarcando no MSC Virtuosa

É acompanhado por personalidades notáveis ​​como o produtor Jean-Luc Milan e o ator Stanny Copt que compareceu pessoalmente e as compositoras Marie Jose Ali e Carol Kieffer.

Os espectadores martinicanos poderão vivenciar no sábado, 10 de outubro, a noite de prestígio do 2020 Awards, apresentado pela Tano Brass e assistir a uma mostra de premiação desenhada por 3 escultores guianenses do Ocidente, Café Bétienne André van Brie e Uzi Amimba.

Para encerrar o Documentário Fifac, o premiado documentário 2019 “Douvan Jou Ka Lévé” de Gessica Géneus será transmitido nas primeiras emissoras.

Programação na Martinica

*
Quarta-feira, 7 de outubro a partir das 23:30

Amazonia Sociedad Anonima, dirigido por Estephao Siavata
Brasil / 2019 / 1h12 / Pindorama Filmes / Português do Brasil com legendas em francês.

Cuba entre o sol e a luz: um filme de Simone de Souza Mesquita
Cuba / 2018/52 ‘/ Doc & Rio Filmes / Português com legendas em francês.

Quinta-feira, 8 de outubro, a partir das 22h40.
Água Negra: Um Filme de Stephanie Rainier
França / 2019 / 52mn / Survivance – L’Oumigmag / Crioulo Guianense com tradução francesa.

Caffe Negro, The Story of Immigration, filme de Mario Delat
Haiti-Cuba / 2019 / 52mn / AMISTAD FILMS e Fundação MWEN – Laurence Magloire / Francês – Espanhol – Crioulo haitiano com tradução francesa.

Sexta-feira, 9 de outubro a partir das 22h40.
River Massacre: The Susan Peraza Film
Estados Unidos – República Dominicana / 2019 / 1h20 / ReelThings Filmes / Espanhol com legendas em francês.

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *