Eleições presidenciais dos EUA Joe Biden confirma que Donald Trump “não aceitará” o resultado

Eleições presidenciais dos EUA  Joe Biden confirma que Donald Trump “não aceitará” o resultado

(Washington) – Joe Biden, que se presume vencer as eleições presidenciais de novembro, confirmou na quarta-feira que o seu rival republicano, Donald Trump, “não aceitará” o resultado eleitoral, como aconteceu em 2020.


Ele pode não aceitar os resultados eleitorais. Garanto-vos que ele não aceitará isso”, e é “perigoso”, disse o Presidente dos EUA numa entrevista à CNN.

“Não é possível amar o seu país apenas quando você vence”, disse o democrata de 81 anos.

“Se tudo for feito honestamente, aceitarei com prazer os resultados”, disse Donald Trump na semana passada numa entrevista a uma revista. Milwaukee Journal Sentinela. Mas se não, teremos que lutar pelo bem do país. »

Joe Biden também confirmou que o ex-presidente democrata Barack Obama, participante da sua campanha eleitoral, o aconselhou a “continuar a fazer” o que já fazia.

A imprensa norte-americana publicou recentemente as supostas reservas de Barack Obama relativamente à campanha eleitoral liderada pelo seu antigo vice-presidente, que as sondagens de opinião mostram estar próximo de Donald Trump nas intenções de voto, ou mesmo atrás dele em alguns estados cruciais.

“Estou feliz com o andamento da campanha”, enfatizou o Presidente dos EUA, segundo o qual “a maioria das pessoas só se concentrará e tomará a sua decisão neste outono”. »

Donald Trump nunca admitiu a derrota para Joe Biden nas eleições presidenciais de 2020.

“Quantos processos judiciais ele perdeu?”, disse o presidente dos EUA, referindo-se às tentativas do seu rival de contestar algumas acusações internas.

Este homem não é um defensor da democracia.

Joe Biden sobre Donald Trump

Ele elogiou os esforços feitos pelas suas equipas de campanha no terreno para alcançar os eleitores “batendo às portas” e “à moda antiga”.

READ  (Todos nós) tivemos uma fuga milagrosa

Donald Trump “nunca conseguiu criar empregos e eu nunca falhei”. “Criei 15 milhões de empregos”, disse Joe Biden, quando questionado sobre as sondagens que indicam que os americanos confiam mais no seu adversário em questões económicas.

“Nossa economia é a mais forte do mundo”, declarou Joe Biden.

Ele também enfatizou, como sempre faz, que durante as cúpulas internacionais em que participa, a maioria dos líderes estrangeiros lhe diz: “Você deve vencer”.

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *