Futebol Feminino: Brasil será sede da Copa do Mundo em 2027

Futebol Feminino: Brasil será sede da Copa do Mundo em 2027

O Brasil sediará a primeira Copa do Mundo Feminina a ser realizada na América do Sul em 2027, anunciou a FIFA na sexta-feira durante sua reunião em Bangkok.

A decisão surge após votação no Congresso da FIFA, que preferiu a candidatura sul-americana a uma proposta conjunta da Bélgica, Holanda e Alemanha.

O jornal noticiará a votação com pontuação de 119, contra 78, e voltará a ser campeão de candidaturas ao final do dia após a retratação da candidatura associada às Nações Unidas e ao país mexicano, e a retratação da África.

Esta será a primeira vez que o Campeonato Mundial Feminino, inaugurado em 1991, será realizado na América do Sul, marcando um momento histórico para a região.

O Brasil é o favorito para sediar a Copa do Mundo desde outubro, quando a FIFA chegou a acordos para organizar as Copas do Mundo masculinas de 2030 e 2034, deixando seus vizinhos sul-americanos Argentina, Paraguai e Uruguai com apenas uma partida restante das 104 partidas previstas para 2030. torneio será co-organizado principalmente por Espanha, Portugal e Marrocos.

Um elemento-chave da FIFA foi facilitar o processo para o seu aliado próximo, a Arábia Saudita, garantir a Copa do Mundo de 2034 sem competição. O acordo firmado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) para participar de uma pequena parte do torneio de 2030 retirou aquela competição de quaisquer outras licitações.

A decisão dos Estados Unidos e do México de se retirarem e focarem na candidatura à Copa do Mundo de 2031 também fortaleceu a posição do Brasil.

A seleção brasileira expressou sua alegria e alívio após o anúncio do resultado, descrevendo-o como uma vitória do futebol feminino, de seu país e de toda a América do Sul.

“É uma vitória do futebol feminino do nosso país e de toda a América do Sul.” anunciou o presidente Confederação Brasileira de FutebolEdnaldo Rodríguez. Ele acrescentou: “Depois dos acontecimentos que afetaram todos os brasileiros, como o recente desastre climático, esta vitória fortalece nossa resiliência e unidade”.

A medida também marca a primeira vez que todas as federações-membro da FIFA tiveram a oportunidade de votar no país anfitrião do torneio feminino, uma decisão tradicionalmente tomada pelo Conselho da FIFA.

READ  "Na Ligue 1, o brasileiro sofre um pouco no início", diz Caio Henrique.

A próxima votação para escolha do país-sede das Copas do Mundo de 2030 e 2034 está prevista para acontecer no dia 11 de dezembro, durante uma conferência online.

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *