Gabigol sofria de depressão durante sua passagem pelo Inter

Dhiovanna Barbosa, irmã do ex-atacante do Inter Gabriel Barbosa apelidado de ‘Gabigol’, revelou durante um programa brasileiro na Rede TV! as sérias dificuldades encontradas pelo jogador durante sua breve experiência europeia.

Chegado à Inter de Milão em 2016 vindo do Santos, Gabriel Barbosa, mais conhecido como Gabigol, teve uma experiência muito ruim de sua única experiência europeia. Durante sua primeira temporada com os Nerazzurri, o atacante brasileiro jogou apenas dez jogos por um único gol. Ele havia sido emprestado ao Benfica na temporada seguinte, por uma falha semelhante, antes de retornar ao seu país de origem e assinar definitivamente pelo Flamengo.

“Foi a pior fase da minha vida”

Em entrevista ao programa Foi Mau da Rede TV!, sua irmã, Dhiovanna Barbosa, revelou que o irmão sofreu de depressão e outros problemas de saúde durante sua passagem pela Inter de Milão. “Gabi voltou do treino e foi direto para o quarto dele, conta aquele que é um influencer muito famoso no Brasil. Ele teve anemia e caiu em depressão.”

“Naquela época, mal falávamos com ele. [mes parents et moi] Fizemos de tudo para conversar com ele, mas ele guardou tudo para si”, continua Dhiovanna Barbosa. Foi a pior fase da minha vida. Para todos em minha casa.” “Lembro que nossos pais e eu fizemos de tudo para ajudá-la, mas na época mal conseguíamos falar com ela”, acrescentou Dhiovanna. Meu irmão dá a vida em campo e sofre muito quando as coisas não não dá certo.”

“Meu irmão está a caminho de realizar seu sonho de jogar na Copa do Mundo”

Apesar da triste experiência europeia, a irmã garante que Gabigol quer tentar a sorte novamente na Europa: “Ele quer. Parece que quanto mais ele tem essa impressão de que não deu certo [la première fois]mais ele quer que dê certo.” De volta ao Santos em 2018 e depois ao Flamengo em 2019, Gabriel Barbosa voltou a decolar definitivamente no Brasil e acumulou títulos nacionais e continentais. Na final da Copa Libertadores, Gabriel marcou duas vezes contra o River Plate e ofereceu o o segundo título do clube na competição após uma espera de 38 anos em 23 de novembro de 2019 (vitória por 2-1).

READ  Os Red Devils terminarão o ano no topo do ranking da FIFA

Autor de nove gols, encerrou aquela temporada como artilheiro da Copa e chegou a marca de 40 gols em uma temporada pela primeira vez na carreira. Ele terminou como artilheiro da Série A com 25 gols, enquanto o Flamengo se sagrou campeão brasileiro. O que lhe rendeu a Bola Sul-Americana, concedida pelo jornal uruguaio El Pais.

Sucessos que dão a ele e sua comitiva esperança de uma possível vaga na seleção brasileira para a próxima Copa do Mundo: “Meu irmão está a caminho de realizar seu sonho de jogar na Copa do Mundo, espero que sim. Não sei o que o amanhã nos reserva.” “Ele merece”, conclui.

Guilherme Bayre Bolsa Jornalista BFM

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *