garantido para o Catar, Brasil e Argentina ainda terão que se enfrentar… na qualificação

Classificados para a Copa do Mundo, Brasil e Argentina ainda não se enfrentaram em uma partida de qualificação antes do encontro no Catar e um ano após o imbróglio incrível de seu duelo, cinco minutos após o início do encontro.

É um Superclássico que eles dispensariam. Classificados há muito tempo para a Copa do Mundo (respectivamente desde 12 e 15 de novembro de 2021), Brasil e Argentina ainda não se enfrentaram no âmbito das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Marcada para 5 de setembro de 2021, a reunião foi interrompida após cinco minutos de jogo por integrantes da agência de saúde brasileira que vieram prender quatro jogadores argentinos, que testaram positivo para Covid e entraram no território ilegalmente: Giovani Lo Celso, Emiliano Buendia, Emiliano Martinez e Cristian Romero.

Os dois grandes rivais da América do Sul voltaram a se encontrar um mês depois na Argentina (0-0) para a partida de volta. Mas a viagem de ida ainda não aconteceu. Em junho passado, a Fifa rejeitou o recurso das duas seleções e confirmou que a oposição deveria ocorrer. No momento, está marcado para 22 de setembro. Mas a situação ainda pode mudar, já que três recursos estão sendo estudados pelo Tribunal Arbitral do Esporte (CAS).

Mais três apelos ao CAS

A primeira diz respeito à contestação pelas federações brasileira (CBF) e argentina (AFA) das multas aplicadas pela Fifa (238 mil euros para o Brasil, 95 mil contra a Argentina), a segunda é trazida pela CBF que deseja recuperar os pontos do encontro , finalmente o terceiro emana da AFA pelo mesmo motivo contábil. O veredicto é esperado para 26 de agosto e pode novamente colocar em questão a realização do jogo. Se a decisão da Fifa for mantida, será necessário encontrar um lugar para jogar. As duas seleções estão considerando a Europa, considerada mais prática para reunir internacionais.

READ  COVID-19 em Brasil | Ex-ministro da saúde culpa Bolsonaro

“Ainda não sabemos onde será, impaciente Lionel Scaloni, técnico da Albiceleste, em entrevista ao TyC Sports. Esse assunto atrapalha nossos planos. Estamos a um mês e meio dessa data e não sabemos com quem vamos jogar ou onde vamos jogar. É difícil entender por que a FIFA não toma uma decisão. É total incerteza. A situação não é ideal e não é nossa culpa, cabe a quem decidir. Temos que esperar e ver o que acontece com este jogo contra o Brasil. Não depende de mim. A situação me parece incomum.”

O encontro, de fato, não terá impacto, nem mesmo simbólico, já que o Brasil está garantido em primeiro lugar na Zona Sul-Americana, que terminou quatro pontos à frente do rival argentino, segundo. Os dois departamentos técnicos acreditam que podem pular isso e preferem jogar um amistoso. De acordo com a Globo, o Brasil está trabalhando para um jogo contra a Tunísia para esta janela internacional crucial, com duas datas disponíveis. Estes serão os últimos antes da Copa do Mundo menos de dois meses depois.

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *