Incêndio em boate na Tailândia mata 14 pessoas

Pelo menos 14 pessoas morreram em um incêndio em boate perto da cidade turística de Pattaya (leste), de quinta para sexta-feira, em um dos desastres mais mortais desde 2009 que questiona o respeito às regras de segurança.

Um novo relatório da ajuda local à tarde relatou 14 mortes, depois que 13 foram anunciadas anteriormente – quatro mulheres e dez homens. Suas idades variaram de 17 a 49 anos, todos tailandeses.

Agência de Imprensa da França

Cerca de 40 feridos também foram registrados, dos quais mais de dez ficaram gravemente feridos.

O incêndio começou por volta da 1h, horário local, no Monte Pei, no distrito de Sattahip, perto da estância costeira de Pattaya, a cerca de 180 km da capital, Bangkok.

Um membro da equipe de resgate da Fundação Sawang Roganathamastan disse à AFP que o fogo foi contido após três horas.

Agência de Imprensa da França

As equipes de resgate disseram em um comunicado à imprensa que a presença de espuma acústica nas paredes, que deveria isolar o prédio do ruído externo, ajudou a espalhar o fogo e complicar a missão dos bombeiros.

Um vídeo que eles compartilharam mostra o prédio em chamas, enquanto várias pessoas tentavam escapar, suas roupas em chamas em meio a uma espessa fumaça preta.

Outras fotos publicadas pela mídia tailandesa mostraram o interior carbonizado da boate, onde mesas e cadeiras estavam no chão.

Agência de Imprensa da França

Várias horas após o incêndio, os engenheiros revistaram o prédio de um andar com medo de que o telhado tivesse desabado.

READ  Resíduos: supermercado britânico remove os melhores produtos pré-históricos em 500 produtos

“Parecia que havia um curto-circuito atrás do DJ e, em um minuto, a energia acabou”, disse Shalit Chutisupakarn, que conseguiu escapar.

Corri em direção à entrada. Eu não conseguia ver nada, estava tudo escuro. Todo mundo estava gritando “Saia, saia.” Eu apenas insisti e insisti. As pessoas estão pegando fogo,” ele explicou, seu braço em uma tipoia.

Agência de Imprensa da França

Uma das vítimas falecidas era o vocalista de uma banda que estava se apresentando naquela noite.

Um amigo músico que sobreviveu me disse: “O incêndio começou perto de onde ele estava cantando. Aconteceu muito rapidamente por causa da espuma”, disse sua mãe, Premjay Sai Ong, à mídia.

“Pedi a agências relevantes ontem à noite para investigar e agilizar a compensação e o apoio às vítimas”, disse o primeiro-ministro tailandês Prayut Chan-o-cha.

Ele exigiu padrões de segurança mais rígidos, destacando a imagem negativa da atração turística do país que o incêndio está enviando para o exterior.

O ministro do Interior, Anupong Paochenda, disse a repórteres que Mountain Bay estava operando como um site de entretenimento “não licenciado”.

Sompong Chengduang, vice-comissário da Polícia Real Tailandesa, disse que o proprietário não recebeu a aprovação das autoridades para criá-lo, registrado como restaurante, para ser uma boate.

As regras básicas de segurança são frequentemente negligenciadas na Tailândia, um destino popular para visitantes ocidentais e asiáticos, que recentemente facilitou os requisitos de entrada para reviver o turismo, que parou durante a pandemia de coronavírus.

Em 1º de janeiro de 2009, um incêndio em uma boate em Bangkok, Santika, matou 67 pessoas, incluindo três cingapurianos, um japonês e um birmanês. Muitos turistas ocidentais ficaram feridos.

READ  Deputado britânico renuncia após assistir pornografia no Parlamento

O fogo foi ateado pelos fogos de artifício que explodiram enquanto a banda de rock Burn tocava. O dono da instalação foi condenado a três anos de prisão por negligência, assim como o dono da empresa que instalou as luzes.

Em 2012, quatro pessoas morreram em um incêndio em boate na cidade turística de Phuket (sul), devido a um problema elétrico.

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *