Jogadores de futebol pedem extradição da Ucrânia

Os jogadores brasileiros Shakhtar Donetsk e Dynamo Kyiv emitiram um pedido de socorro para retornar aos seus países, horas após o início do bombardeio russo na Ucrânia na quinta-feira.

• Leia também: Qual é o futuro do CF Montreal?

• Leia também: O convite inesperado de Mary Yasmine Alidou

Atletas das equipes concorrentes e suas famílias se reuniram em um hotel para gravar um vídeo pedindo ajuda ao governo brasileiro para fugir do país.

O campeonato ucraniano foi suspenso por pelo menos 30 dias; As atividades estavam programadas para serem retomadas no final desta semana.

A TNT Sports na América do Sul divulgou uma mensagem de áudio do atacante do Shakhtar Junior Moraes, na qual ele descreveu a situação de seus compatriotas e dele como “desesperada”.

Peço que divulguem este vídeo para que chegue ao governo. As fronteiras estão fechadas e os bancos não têm combustível, comida ou dinheiro. Moraes explicou que a agência francesa RMC Sports traduziu suas declarações.

Mas a seleção ucraniana planeja jogar as partidas do play-off da Copa do Mundo de 2022 marcadas para o final de março, disse o técnico Oleksandr Petrakov ao Daily Mail.

No hóquei também

A lei marcial em vigor em solo ucraniano devido ao ataque russo também forçou a maior liga de hóquei do país a suspender suas atividades.

Em um breve comunicado, a Liga Ucraniana de Hóquei (UHSL) indicou que as partidas da temporada regular não serão mais realizadas para garantir a segurança de todos. Não foi determinado se será ingerido.

A associação também pediu a todos que “mantenham a calma e não entrem em pânico”.

Nenhum jogador norte-americano joga neste circuito de seis equipes.

READ  Netflix: Fresh, vencedora do programa "Nouvelle École", faz sucesso no Spotify

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *