Le Matin – Lituânia 2021: Marrocos e Brasil disputam uma vaga nas semifinais

Após expulsar a Venezuela, o Marrocos enfrenta o Brasil no domingo (14h), em Vilnius, pelas quartas-de-final do Mundial de Futsal. É sem dúvida o jogo mais importante da história da seleção nacional. Ao contrário da jornada anterior, a equipa de Hicham Dguig chega a esta partida na condição de forasteiro, enfrentando uma das seleções de maior sucesso da disciplina. O desafio é, portanto, considerável para um grupo que tira sua força de sua unidade.

A terceira tentativa é inegavelmente a correta. Foram necessárias duas edições da Copa do Mundo para que a seleção nacional de futsal conseguisse figurar entre as maiores da modalidade em nível planetário. Mas para gravar um pouco mais seus nomes na lenda, os homens de Hicham Dguig – e ele mesmo – têm uma oportunidade de ouro, ao enfrentar o domingo o melhor dos melhores: o Brasil. Cinco vezes campeã do Mundo, a Seleção quase não venceu o Japão nas oitavas de final, indo além da fase da competição em que havia fracassado em 2016, na Colômbia. Sem a lenda Falcao, aposentado, a seleção brasileira foi redimensionada em escala humana e é aí que reside a maior sorte dos marroquinos. Porque contra o Japão nas semifinais, o Brasil lutou. Os japoneses marcaram um gol logo após o início da partida das oitavas de final entre as duas seleções. Em um chute de Shota Hoshi, o goleiro brasileiro Guitta estava com mau controle e o Japão liderava por um gol. Mas, no processo, Ferrão empata para as brasileiras, com o sétimo gol na competição. Então os brasileiros dominam. Leozixnho e Pito selam o destino do encontro a favor do Brasil.
O jogo oleado e o espetáculo proporcionado pelos brasileiros nas edições anteriores a 2016 agora parecem um passado distante. Criada em 1989, a Copa do Mundo de Futsal está em evolução e é nesse processo que surgem seleções como o Marrocos, com a oportunidade de mudar o rumo da história. Mesmo que o público marroquino já esteja satisfeito com a seleção, os companheiros de equipe de Soufiane El Mesrar têm muita ambição. Esta é uma das forças motrizes por trás de sua motivação. Depois de conhecer o drama, vem a consagração. Agora é a hora de escrever a lenda.

READ  COVID: Dezenas de milhares de brasileiros exigem o impeachment de Bolsonaro

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *