Lucas Braathen deve retornar às cores do Brasil

Lucas Braathen deve retornar às cores do Brasil

Agora é um segredo aberto. Lucas Braathen anunciará na quinta-feira, durante uma coletiva de imprensa planejada na casa de um patrocinador em Salzburgo, que ele realmente retornará às competições. Permaneceu a questão: sob qual bandeira? Na verdade, será o do Brasil, conforme especificado por diversas fontes concordantes transmitido pela mídia norueguesa TV2. “Acho que é uma chance para o esporte e é fantástico que o Lucas tenha se encontrado. É uma pena para o esqui norueguês que ele não volte para nós. E ao mesmo tempo um sinal de que talvez algo precise mudar”, disse o companheiro de equipe Aleksander Aamodt Kilde ao canal de TV norueguês.

Recorde-se que o vencedor do slalom Crystal Globe da época passada anunciou a sua retirada surpresa, aos 23 anos, dois dias antes da abertura gigante de Sölden. “Sinto-me livre”, proclamou, referindo-se ao “tratamento extremamente desrespeitoso por parte da federação norueguesa”. Desde então, Lucas Braathen não parou mais com o esporte. Continuou a trabalhar no desenvolvimento da sua marca de esqui Atomic, ao mesmo tempo que espalhava nas suas redes sociais pistas de um possível regresso às competições.

Documentos a serem fornecidos antes de 1º de maio

Será, portanto, sob as cores do Brasil, as de sua mãe, que o rockstar do esqui celebrará seu retorno. A federação norueguesa de esqui deve, no entanto, dar o seu acordo e transferir a sua licença para a sua congénere brasileira para validar “a transferência”. O regulamento da FIS exige que os documentos necessários para a mudança de nacionalidade sejam fornecidos antes de 1º de maio, para serem ratificados no Congresso da FIS no final do mesmo mês.

READ  as Ilhas Cagarras, um santuário de biodiversidade único no mundo

A expectativa é que o patrocinador principal, a Red Bull, ajude Lucas Braathen em seus negócios e na montagem de sua estrutura. “Agora acho que Lucas terá mais liberdade para fazer as coisas do seu jeito”, disse a lenda norueguesa Kjetil Andre Aamodt à TV2. “E mesmo que ele concorra pelo Brasil, continuarei incentivando-o.”

Seu retorno fará muito bem para uma Copa do Mundo de Esqui Alpino que às vezes é higienizada demais.

JT

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *