Maison de France no Rio de Janeiro

Maison de France no Rio de Janeiro

Estamos aqui no Rio de Janeiro, em frente à prestigiosa Maison de France. O prédio de hoje está ameaçado: o Itamaraty está considerando vender sua prestigiosa “casa” no Rio, conforme noticiado em artigo recente no Globalismo. Se fechado, será um símbolo poderoso da presença francesa no Brasil que se estilhaçará.

A ideia de construir a Maison de France surgiu após a Exposição Mundial, realizada em comemoração ao primeiro centenário da independência do Brasil, realizada no Rio de Janeiro, então capital da República, em 1922. Ou seja, em março 1956 O edifício modernista foi inaugurado sobre palafitas, construído entre 1951 e 1955 por dois arquitetos franceses, Auguste Rendo e Jacques Bellon.

Localizada no coração do Rio, em frente à Igreja de Santa Luzia, ao lado da Academia Brasileira de Letras, da Biblioteca Nacional, do Museu Nacional de Belas Artes e do Museu de Arte Moderna, a Maison de France possui treze andares prédio projetado desde o início com o duplo propósito de abrigar os serviços diplomáticos e consulares do governo francês no Rio de Janeiro e contribuir para a difusão da cultura francesa no Brasil. Abriga o Consulado Geral da França, os Serviços Culturais da Embaixada e a Alliance Française, mas também abriga um teatro, café e restaurante com 350 lugares. Uma mediateca com 23 mil obras, servindo também como espaço expositivo, com vista panorâmica da Baía de Guanabara e do Pão de Açúcar …

READ  Diplomata sênior enfatiza os direitos humanos para enfrentar as novas tecnologias digitais

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *