Milhares de pessoas marcham pelo clima em Montreal

Dois anos após a marcha histórica em que 500.000 pessoas acompanharam Greta Thunberg pelas ruas de Montreal, estudantes, idosos, famílias e até animais de estimação de toda a província se uniram para exigir mais justiça climática.




Lila Dussault

Lila Dussault
Jornalismo

“Quem é a Terra? Nossa Terra!” Milhares de pessoas se reuniram em Montreal na sexta-feira durante o movimento climático global Fridays for the Future, que reúne 1.400 eventos em 80 países.

O sol estava lá para escoltar de 10.000 a 15.000 pessoas nas ruas de Montreal na sexta-feira, de acordo com várias acusações que obteve Jornalismo. Os manifestantes se reuniram pela primeira vez no sopé do memorial a Sir Georges-Etienne Cartier, Mount Royal Park, às 13h. “Acho que o trabalho em equipe é muito mais poderoso do que a ação individual”, disse Shirley Barnea. Aos 17 anos, ela é a porta-voz da Pour le futur Montréal, uma organização que reúne jovens do ensino médio que estão liderando a ação climática em Montreal. Uma greve climática foi votada por 112.000 estudantes em toda a província, de acordo com a Coalizão de Estudantes para a Transformação Ambiental e Social (CEVES).

PHOTO MARTIN TREMBLAY, PRESS

“Já era hora de começarmos a ver as coisas mudarem na natureza. Não é tarde demais.” Jornalismo Benoît Thisselmagan, Innu de Mashteuiatsh, em Lac-Saint-Jean. Esteve presente com o grupo Misk Asi, que também participou da organização do evento.

Os manifestantes pediram metas climáticas mais ambiciosas, como alcançar a neutralidade de carbono até 2030, bem como outras questões relacionadas à justiça climática, como descolonização, soberania indígena e assentamento de imigrantes no Canadá.

READ  Busca termina por sobreviventes em prédio desabado na Flórida

A manifestação terminou em frente aos escritórios da Royal Canadian Mounted Police (RCMP) na Dorchester Street, Westmount. O local foi escolhido como um sinal de apoio aos manifestantes em Fairy Creek, British Columbia, que pedem a suspensão da exploração madeireira. Em 23 de setembro, 1.089 pessoas foram presas em Fairy Creek pelo RCMP, tornando-o o maior movimento de desobediência civil da história canadense.

A pandemia e as eleições municipais

O uso de máscaras se tornou viral entre a multidão que se reuniu em Montreal na sexta-feira. Depois de encorajar os manifestantes a respeitarem as medidas de saúde, a porta-voz do CEVES, Rosalie Thibault, sugeriu que os políticos do local voltassem a seus escritórios para definir políticas ambientais, chamando a inação política de “epidemia”. Os candidatos a prefeito de Montreal, Denis Coudrey e Valerie Plante, estavam presentes na ocasião.

PHOTO MARTIN TREMBLAY, PRESS

Participou da manifestação o candidato a prefeito e ex-prefeito de Montreal, Denis Coudrey.

Dennis Cowdery disse: “Não temos que fazer política às custas do planeta.” Jornalismo durante a montagem. Ao mesmo tempo, anunciou a próxima revelação de seu programa eleitoral para o meio ambiente. “Tornou-se uma questão de transição”, disse Emilia Tamco, co-presidente do programa eleitoral do Grupo de Montreal e candidata a vereadora em Maisonneuve-Long Pointe.

Hoje, essa multidão nos lembra por que os políticos precisam pensar nas gerações futuras. “É uma sensação boa e me incentiva a ir mais longe”, disse Valerie Plante, a prefeita cessante de Montreal.

Greta Thunberg e as Nações Unidas

FOTO MARKUS SCHREIBER, Associated Press

Greta Thunberg

A ativista ambiental Greta Thunberg criticou os partidos políticos em Berlim na sexta-feira por “não fazerem o suficiente” para combater o aquecimento global, informou a AFP.

READ  Passaporte de saúde na França | Sinais anti-semitas se transformam em protestos

Por ocasião do “Diálogo de Alto Nível sobre Energia” organizado paralelamente à Assembleia Geral das Nações Unidas na sexta-feira, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, exortou os líderes mundiais a investirem pesadamente em energia limpa para combater a mudança climática.

com a imprensa canadense

tags de amostra

Você quer sobreviver?

Sentimos falta de nossas aulas para dar-lhe uma

Selo da estufa (com imagem do selo)

Para que o esqui alpino não se torne esqui aquático

Eu corro na floresta

Terra: nenhuma terra para você, você não é nada.

Imprensa canadense

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *