Musk no Brasil para proteger o meio ambiente e conectar a Amazônia

Musk no Brasil para proteger o meio ambiente e conectar a Amazônia

A Starlink, de propriedade da Space X, permite que moradores de áreas não atendidas por redes fixas e móveis acessem a Internet de alta velocidade, por meio de milhares de pequenos satélites. (Foto: Getty Images)

PORTO VELIZ – O bilionário norte-americano Elon Musk anunciou sexta-feira no Brasil o lançamento de um programa de “vigilância ambiental” para a Amazônia e melhoria do acesso à Internet, antes de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro.

“Estou muito animado por estar no Brasil para lançar o Starlink para 19.000 escolas off-line em áreas rurais e para monitoramento ambiental na região amazônica”, tuitou o homem mais rico do mundo, proprietário da empresa espacial SpaceX e fabricante de automóveis Tesla.

Em novembro, o governo brasileiro anunciou negociações para a SpaceX espalhar internet via satélite sobre a floresta amazônica e ajudar a detectar desmatamento ilegal.

O encontro entre o presidente brasileiro e o bilionário aconteceu pela manhã em um hotel de luxo em Porto Velez, a cerca de 100 quilômetros de São Paulo.

“Enquanto planejamos conectar a Amazônia, trouxemos (para o Brasil) um dos maiores líderes empresariais do mundo para nos ajudar nessa missão”, anunciou o ministro das Comunicações do Brasil, Fabio Faria, no Twitter, em mensagem fotográfica de dois dele ao lado do Sr. Musk no respectivo hotel

Jornalistas distantes da instalação permaneceram cercados por um importante aparato de segurança, observou a equipe da AFP, que viu o presidente Bolsonaro descer rapidamente do carro na chegada para cumprimentar as forças de comando antes de entrar no hotel.

E anunciou na noite de quinta-feira que iria a um encontro “privado” em São Paulo “com uma pessoa muito importante e conhecida no mundo inteiro”.

Em sua transmissão semanal ao vivo nas redes sociais, o presidente disse que essa pessoa “vem oferecer sua ajuda à Amazon”.

READ  US $ 10 bilhões para salvar o grupo de aviação LATAM

A Amazônia é um tema quente no Brasil e nas relações daquele país com a comunidade internacional. O desmatamento aumentou acentuadamente sob o governo de Bolsonaro, que é acusado de incentivar a impunidade para garimpeiros, agricultores ou comerciantes de madeira que desmatam ilegalmente as florestas tropicais.

internet via satélite

“Para Bolsonaro, esta reunião é positiva, porque eles devem discutir a melhoria da vigilância na região amazônica”, disse à AFP Oliver Stoenkel, professor de relações internacionais da Fundação Getulio Vargas.

Mas acima de tudo uma fachada de discurso, especialistas acreditam que o problema do desmatamento não é falta de monitoramento, o sistema brasileiro é muito desenvolvido. O problema vem da falta de intervenção dos agentes de controle ambiental”, completa.

De acordo com um estudo do coletivo ONG Mapbiomas, os órgãos de proteção ambiental do governo Bolsonaro intervieram depois que menos de 3% dos alertas de desmatamento foram detectados pelos satélites do sistema de monitoramento atualmente em vigor.

Elon Musk se tornou um herói para o clã polonês quando anunciou sua intenção de comprar o Twitter no mês passado, prometendo moderação menos contida em nome da liberdade de expressão.

Muito ativo nas redes sociais, Jair Bolsonaro viu várias de suas postagens, inclusive no Twitter, deletadas por desinformação.

O Globo informou que o encontro será realizado na presença de dois ministros, Faria e do ministro da Defesa, Paolo Sergio Nogueira, além de 13 líderes empresariais, incluindo os chefes das principais empresas de telecomunicações do país.

A SpaceX lançou uma segunda remessa de cerca de 50 satélites Starlink em meados de fevereiro para fornecer conectividade à Internet para clientes em todo o mundo.

READ  O que foi revelado na Copa América já começa a acender a janela de transferências

A Starlink permite que moradores de áreas não atendidas por redes fixas e móveis acessem a Internet de alta velocidade, por meio de milhares de pequenos satélites.

Elon Musk tem uma fortuna estimada pela revista Forbes em US$ 230 bilhões.

Ele havia anunciado recentemente sua intenção de comprar o site de rede social Twitter por US$ 44 bilhões, antes de suspender o projeto com a condição de obter dados sobre o percentual de contas falsas.

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *