Nicolas Dupont-Aignan conheceu Jair Bolsonaro no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro recebeu Nicolas Dupont-Aignan nesta quarta-feira, em Brasília, após se reunir com o chefe da diplomacia e o filho do vice-presidente, em meio a uma briga entre França e Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro recebeu o parlamentar de direita Nicolas Dupont Aignan, quarta-feira, em Brasília, após encontro com o chefe da diplomacia e o filho do vice-presidente, em meio a uma disputa entre França e Brasil. Em visita esta semana a Brasília e depois ao Rio como parte de uma missão sobre um relatório parlamentar sobre a poluição dos oceanos, Dupont Aignan disse à AFP que “matou dois coelhos com uma cajadada” por também ter conversas políticas.

“Eu conheci o presidente do Brasil e nos conhecemos”, disse o deputado após reunião de um quarto de hora com o presidente de extrema direita. “Je pense que les functions franco-brésiliennes ont besoin d’être réchauffées et je fais mon devoir de patriote”, a lancé le candidat à la présidentielle de 2022, alors que quasiment aucun responsável politique français n’est venu au Brésil depuis an And metade.

As relações entre Paris e Brasília ainda não se recuperaram da violenta disputa entre os presidentes Emmanuel Macron e Jair Bolsonaro em agosto de 2019, enquanto grandes incêndios engolfavam a Amazônia. Depois de um ano e meio, o membro da Essonne teve direito a um tratamento melhor do ministro das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, que viu Jair Bolsonaro cancelar sua nomeação, preferindo ir ao cabeleireiro. O Sr. Le Drian então brincou sobre a “emergência de poesia” do presidente. “Não vim para uma viagem política, vim para uma viagem parlamentar. O ministro e as personalidades (brasileiras) queriam me ver, aqui está”, disse Dupont Iignan, cuja visita foi organizada pelo Embaixador do Brasil para a França, um amigo próximo de Jair Bolsonaro.

READ  Festival do Brasil a caminho do enfrentamento da "guerra cultural" liderada pelo presidente Bolsonaro

“Eu o vi porque ele é o presidente do comitê de negócios.”

Após almoço com o chanceler Ernesto Araujo, o senhor Dupont Aynan conversou com o filho do influente vice-presidente Eduardo Bolsonaro sobre “Mercosul, relações com a França, a questão da Amazônia”. De Eduardo Bolsonaro, disse: “Eu o vi porque é o presidente da Comissão dos Negócios Estrangeiros e eu sou membro da (própria) comissão” na Assembleia Nacional. “É natural (…) que o nome dele seja Bolsonaro ou não.”

Em um tweet noturno, Eduardo Bolsonaro postou duas fotos de seu encontro com o presidente do Depot La France e elogiou o parlamentar francês de “centro-direita” que “chegou perto de 5% nas últimas eleições presidenciais”.

Ele escreve: “Compartilhamos os mesmos valores, encontramos traços no nacionalismo e nos opomos à globalização.” “Estou muito triste porque a França e o Brasil estão em um período de frio”, acrescentou Dupont-Aainan. O Brasil “é um país muito grande para nós, e se posso contribuir para um diálogo simples, acho importante”. O deputado acrescentou: “Falo com todos. Acho que a nossa diplomacia francesa não está suficientemente voltada para a América Latina”, defendendo-se de qualquer “espírito polêmico”.

Qualquer reprodução é proibida

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *