No Brasil, escolas de Salvador servirão 10 milhões de refeições veganas por ano

Na terra da feijoada, prato feito com carne de porco e feijão vermelho, o veganismo ganha espaço. Em 2018, 14% da população brasileira se declarou vegana ou vegetariana. Um número que faz do Brasil o 3º país mais vegetariano do mundo. Para incentivar esse esverdeamento dos pratos, o município brasileiro de Salvador decidiu envolver as cantinas escolares. Sob um novo acordo, os alunos receberão 10 milhões de refeições saudáveis, sustentáveis ​​e principalmente veganas a cada ano.

A iniciativa faz parte do programa “Alimentação Consciente Brasil” adotado pelo município de Salvador em cooperação com as ONGs Humane Society International e Mercy for Animals. Pretende fornecer aos 170.000 alunos das escolas municipais refeições saudáveis, à base de vegetais, com preocupações ecológicas e de saúde, informa A Beterraba. Para isso, os estabelecimentos participantes serão apoiados por organizações parceiras, que os apresentarão a nutricionistas, chefs e especialistas em alimentação de massa para desenvolver novos cardápios.

Estas refeições “saudáveis ​​e sustentáveis” serão pensadas para ir ao encontro das necessidades, gostos e tradições alimentares familiares dos alunos, disse a autarquia do Salvdaor. No menu: cereais, frutas, legumes e verduras. “A ideia é incutir e criar mudanças de longo prazo nos hábitos alimentares dos alunos”disse o secretário municipal de educação de Salvador, Marcelo Oliveira, citado por A Beterraba.

“Hoje no Brasil sabemos que as crianças, principalmente das camadas mais pobres da população, que é o público-alvo da rede municipal de ensino, não consomem as porções recomendadas de frutas e hortaliças, e as fontes de proteína são voltadas para produtos de origem animal. origem.”

A integração destes novos menus será feita sem custos adicionais para as escolas, indica A Beterraba. Além de ajudar os alunos a incorporarem hábitos saudáveis, o programa Alimentação Consciente Brasil visa abrir um novo precedente para a alimentação sustentável no Brasil. As organizações por trás do projeto revelaram que esta iniciativa economizará 75.000 toneladas de emissões de CO2, além de 400 milhões de litros de água, e evitará o desmatamento de 16.000 hectares de floresta.

READ  o nascimento do futebol brasileiro

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *