No Brasil, escolas de Salvador servirão 10 milhões de refeições veganas por ano

No Brasil, escolas de Salvador servirão 10 milhões de refeições veganas por ano

Na terra da feijoada, prato feito com carne de porco e feijão vermelho, o veganismo ganha espaço. Em 2018, 14% da população brasileira se declarou vegana ou vegetariana. Um número que faz do Brasil o 3º país mais vegetariano do mundo. Para incentivar esse esverdeamento dos pratos, o município brasileiro de Salvador decidiu envolver as cantinas escolares. Sob um novo acordo, os alunos receberão 10 milhões de refeições saudáveis, sustentáveis ​​e principalmente veganas a cada ano.

A iniciativa faz parte do programa “Alimentação Consciente Brasil” adotado pelo município de Salvador em cooperação com as ONGs Humane Society International e Mercy for Animals. Pretende fornecer aos 170.000 alunos das escolas municipais refeições saudáveis, à base de vegetais, com preocupações ecológicas e de saúde, informa A Beterraba. Para isso, os estabelecimentos participantes serão apoiados por organizações parceiras, que os apresentarão a nutricionistas, chefs e especialistas em alimentação de massa para desenvolver novos cardápios.

Estas refeições “saudáveis ​​e sustentáveis” serão pensadas para ir ao encontro das necessidades, gostos e tradições alimentares familiares dos alunos, disse a autarquia do Salvdaor. No menu: cereais, frutas, legumes e verduras. “A ideia é incutir e criar mudanças de longo prazo nos hábitos alimentares dos alunos”disse o secretário municipal de educação de Salvador, Marcelo Oliveira, citado por A Beterraba.

“Hoje no Brasil sabemos que as crianças, principalmente das camadas mais pobres da população, que é o público-alvo da rede municipal de ensino, não consomem as porções recomendadas de frutas e hortaliças, e as fontes de proteína são voltadas para produtos de origem animal. origem.”

A integração destes novos menus será feita sem custos adicionais para as escolas, indica A Beterraba. Além de ajudar os alunos a incorporarem hábitos saudáveis, o programa Alimentação Consciente Brasil visa abrir um novo precedente para a alimentação sustentável no Brasil. As organizações por trás do projeto revelaram que esta iniciativa economizará 75.000 toneladas de emissões de CO2, além de 400 milhões de litros de água, e evitará o desmatamento de 16.000 hectares de floresta.

READ  Datafolha: 52% isentam Bolsonaro de culpar as mortes na pandemia; para 8%, ele é o principal culpado | Política

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *