No Brasil, um jogador expulso por falta violenta … após nove segundos

LE SCAN SPORT – Durante uma partida da Série B, o árbitro sancionou logicamente Kaio Wilker com um cartão vermelho após um contato violento, de perna para cima, com um jogador adversário.

Se aparecer na súmula do Botafogo PB e do Treze duelosos no campeonato regional brasileiro, Kaio Wilker não ajudou muito a sua equipe, o Botafogo, que perdeu por 1 a 0 em um gol marcado no final da partida. O médio-ofensivo cometeu um erro aos 9 segundos de jogo, obrigando o árbitro a tirar o cartão vermelho do bolso 8 segundos depois.

Quando a partida do Campeonato do Nordeste havia acabado de começar, Wilker foi para o duelo em um longo balão transmitido no ar mas erguendo a perna tão alto que foi acertar de frente o adversário que caiu logo após o contato. Wilker imediatamente se desculpou, mas sua expulsão parecia inevitável, apesar dos protestos de seus companheiros.

Um recorde datado de 2017 igualou

O brasileiro é tristemente ilustrado por igualar o recorde de precocidade estabelecido em 2017 por Fernando Tobio. O argentino do Rosario Central foi mandado de volta ao vestiário em sua primeira ação, após uma entrada brutal no atacante de Godoy Cruz, Santiago Damián García, que acelerou sozinho em direção aos gols. Uma sanção bem merecida aí também.

READ  Brasil lança programa de terceirização da proteção da Amazônia para o setor privado

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *