O Atltico vence o boom, vence o Coritiba e segue vivo na briga pelo título

O atlântico teve muitas dificuldades para superar o boom do vice-lanterna Coritiba, esta tarde de sábado, às Mineiro. Mas graças a uma jogada individual e uma finalização perfeita do meio-campista Hyoran e uma dose de puro oportunismo por parte do atacante Eduardo sacha, venceu por 2-0 e segue vivo na luta pelo título Campeonato brasileiro.

Com o triunfo, Galo assumiu – provisoriamente – o vice-líder, com 49 pontos, quatro a menos que São Paulo. Terceiro colocado, o Flamengo tem 48. Os dois times jogam neste sábado. O Coritiba já está na penúltima posição, com 21 pontos.

As duas equipes voltam a campo apenas em 2021. O Coritiba recebe o Gois, no dia 6 de janeiro, pela 28ª rodada. Galo joga apenas na 29ª rodada, contra o Bragantino, fora de casa. A partida será no dia 11 de janeiro.

O jogo

Sem flyers para escalar a equipe titular, Sampaoli apostou no trio Zaracho, Nathan e Hyoran no meio-campo. O argentino atuou ainda mais para trás para auxiliar na saída da bola. Em defesa, Rver voltou ao lugar de Gabriel.

Com Zaracho em campo, o Atltico conseguiu criar boas oportunidades nos primeiros minutos. O argentino, com boa qualidade no passe, encontrou boas jogadas no início. Mas ele deixou o campo rapidamente. Com uma lesão muscular, ele foi substituído por Caleb aos 14 minutos.

Antes, Galo já havia acertado o travessão, em cobrança de falta de Hyoran, e obrigou Wilson a fazer uma grande defesa, de cabeça de Vargas.

Após a mudança, o homem preto e branco começou a encontrar mais dificuldades. O Coritiba fechou, com os 11 jogadores dentro do próprio intermediário. Coxa procurava uma bola para o contra-ataque. E ele teve chances. Giovanni Augusto, duas vezes, e Matheus Galdezani, também duas vezes, tiveram excelentes chances de balançar as redes, todas depois de acelerar.

READ  No Brasil, marca da apple recebe pesada multa por vender seus iPhones sem carregador

O Galo, sem espaços, abusou das travessias (24 no primeiro tempo). Bem marcado, Keno foi muito ativo, mas produziu pouco. De fora da área, a equipe tentou finalizar, mas não correu perigo. Este último, por Keno, foi o melhor, mas Wilson achatou-o para o canto.

O Atltico voltou à fase final com as mesmas dificuldades. O time seguiu sem conseguir montar as jogadas e entrar na área do Coritiba. O meio de defesa do Paraná estava bem congestionado. Nas laterais, as jogadas não fluem. Coxa, sem ficar muito exposto, quase abriu o placar com uma cabeçada perigosa de Rhodolfo.

Sampaoli jogou com a equipe, colocando Alan Franco no lugar de Caleb, que não teve um bom desempenho. O Atltico subiu, seguiu com dificuldades e espera uma jogada individual para abrir o placar. E ela veio, com Hyoran. O meio-campista carregou, abriu espaço na lateral da área e, em finalização de meia-distância, acertou o ângulo de Wilson para abrir o placar: 1 a 0.

O técnico Pachequinho jogou no Coritiba. Isso desencadeou peças ofensivas. Robson, um dos suplentes, finalizou, mas Everson fez um milagre para evitar o empate.

Logo depois, Sampaoli mudou o time. Ele colocou Eduardo Sasha e Igor Rabello em campo. O atacante, na primeira jogada, recebeu de Arana e finalizou rasteiro, sem chance para Wilson: 2 a 0 e vitória do Galo em jogo difícil no Mineiro.

ATLTICO 2 X 0 CORITIBA

atlântico

Everson; Guga, Rver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Matas Zaracho (Caleb, 14/2 ° T, em seguida Alan Franco, 17/2 ° T), Nathan (Eduardo Sasha, 36/2 ° T) e Hyoran; Savarino, Keno e Eduardo Vargas (Igor Rabello, 36/2 ° T)

Técnico: Jorge Sampaoli

Coritiba

Wilson; Natanael, Rhodolfo, Sabino e Jonathan; Matheus Sales (Matheus Bueno, no intervalo), Matheus Galdezani, Hugo Moura (Pablo Thomaz, 32/2 ° T) e Giovanni Augusto; Rafinha (Robson, 28/2 ° T) e Neilton (Cerutti, 32/2 ° T)

READ  Brasil: Bolsonaro demite um general e se isola ainda mais - página 1

Técnico: Pachequinho

Metas: Hyoran, a 20/2 ° T; Eduardo Sasha, em 37/2 °

Razão: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Mineiro, em Belo Horizonte

Data e hora: Sábado, 26 de dezembro, 17h

juiz: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

ONDE: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *