“O Brasil está falido, não posso fazer nada”, diz Jair Bolsonaro

“O Brasil está falido, não posso fazer nada”, diz Jair Bolsonaro

(São Paulo) “O Brasil está falido. Não há nada que eu possa fazer ”, disse o presidente Jair Bolsonaro na terça-feira, atribuindo a crise a“ esse vírus alimentado pela imprensa ”, em um momento em que terminou a ajuda que salvou milhões de pessoas da pobreza.


France Media Agency

“O Brasil está falido. Eu não posso fazer nada. Eu queria mudar a grade de cortes de impostos, mas havia esse vírus alimentado pela imprensa que temos aqui, essa imprensa desinteressante ”, disse Bolsonaro em resposta a um de seus apoiadores que o cumprimentou na frente dele. sua residência oficial em Brasília.

O presidente brasileiro se referia à reforma para elevar o nível de isenção de impostos, promessa de campanha do líder de extrema direita, que chegou ao poder com programa econômico liberal.

Para Bolsonaro, o colapso econômico do país está ligado às restrições recomendadas pelos governadores para combater a pandemia do coronavírus, que já matou quase 198 mil pessoas no Brasil. E cresceu em popularidade graças à ajuda emergencial prestada durante nove meses a 68 milhões de brasileiros, ou quase um terço da população.

Mas, neste mês, essa ajuda parou, sob pressão dos mercados preocupados com o alto nível de déficit e endividamento do país, o que pode colocá-lo “à beira do abismo social”, segundo Marcelo Neri, diretor do centro. de política social da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Enquanto isso, o número de casos e mortes continua aumentando. Nas últimas 24 horas, o gigante sul-americano registrou 1.171 mortes e quase 60.000 novas infecções, números que devem aumentar nas próximas semanas devido aos massivos encontros que aconteceram durante os feriados de Natal e Ano Novo. Um, de acordo com especialistas.

READ  futsal. França - Brasil: há 25 anos, os primeiros passos difíceis para a seleção francesa...

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *