“O Brasil mudará seu modelo econômico”, diz o assessor de Bolsonaro.

“O Brasil mudará seu modelo econômico”, diz o assessor de Bolsonaro.

Paulo Guedes, que foi anunciado como futuro ministro das Finanças, disse que o governo de extrema direita de Jair Bolsonaro, presidente eleito do Brasil no domingo, “mudará o modelo económico do país” graças a um grande programa de privatizações e a mais controlo sobre os gastos públicos.

O assessor económico do presidente eleito afirmou em conferência de imprensa: “O Brasil testemunhou 30 anos de gastos públicos descontrolados, (…) seguindo um modelo que corrompeu a política e fez subir os impostos, as taxas de juros e a dívida, como o futebol. Neve.” Conferência no Rio de Janeiro.

Paulo Guedes (69 anos), que defendeu a sua tese na Universidade de Chicago, berço do liberalismo económico moderno, criticou o “modelo social-democrata”.

Ele enfatizou: “Este modelo é muito ruim e somos prisioneiros do nosso baixo crescimento”.

O Brasil emergiu dolorosamente de uma das piores recessões da sua história, tendo visto o seu PIB encolher 3,5% em 2015, tal como aconteceu em 2016, e tem quase 13 milhões de desempregados.

Paulo Guedes revelou que o governo de Bolsonaro irá considerar a reforma das pensões assim que tomar posse, em janeiro, algo que não é muito popular, mas considerado crucial pelos meios empresariais para reduzir a dívida.

Ele também pediu “a aceleração do ritmo dos processos de privatização” iniciados no governo do atual presidente Michel Temer, que já havia lançado uma campanha de austeridade no final de 2016, mas não conseguiu obter aprovação para a reforma previdenciária.

READ  Bolsonaro está melhor, não tem data de alta hospitalar no momento

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *