o relator da comissão de inquérito sobre a gestão da Covid indiciado por corrupção

Publicado em :

No Brasil, a Polícia Federal indiciou o relator da comissão parlamentar de inquérito à política de saúde do governo Bolsonaro. Renan Calheiros é suspeito de corrupção. Ele também é uma das figuras mais polêmicas da vida política brasileira.

Com nosso correspondente em São Paulo, Martin bernard

Durante as sessões da comissão de inquérito, Renan Calheiros coloca à sua frente uma placa que indica o número de mortes causadas pela pandemia todos os dias. Ele se tornou um dos mais ferozes oponentes da política de Jair Bolsonaro, que ele descreve como “genocida”.

► Ler também: Covid-19: no Brasil, relator da comissão de inquérito promete laudo “cirúrgico”

Ex-ministro da Justiça, cumpre seu quarto mandato no Senado, ao qual presidiu três vezes. Membro de um partido de centro, seu nome foi citado em vários escândalos de corrupção. Renan Calheiros já havia sido indiciado há cinco anos pelo Supremo Tribunal Federal por peculato.

Agora a Polícia Federal o acusa: ele teria recebido propina de US $ 200 mil da gigante da construção Odebrecht.

Os apoiadores do poder estão tentando explorar o passado conturbado de Renan Calheiros. Mas ele afirma sua inocência. É, segundo ele, uma façanha para desacreditá-lo, enquanto ele prepara seu relatório sobre o corrupção no governo Bolsonaro.

► Ler também: Brasil: uma nova manifestação nacional anti-Bolsonaro

READ  sem Neymar mas com Bruno Guimarães, Rodrygo e Malcom para a preparação dos Jogos Olímpicos

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *