O reverendo Jesse Jackson foi hospitalizado com COVID-19

(Washington) Seus representantes anunciaram no sábado que o reverendo Jesse Jackson, pastor e famoso ativista dos direitos civis nos Estados Unidos, foi hospitalizado após teste positivo para COVID-19, apesar de ter sido vacinado.


Jesse Jackson, 79, e sua esposa Jacqueline Jackson, 77, estão em tratamento no Northwestern Hospital em Chicago, disse a Rainbow Bush Alliance, liderada por pastor, em um comunicado postado no Facebook.

Os médicos estão monitorando sua saúde. A organização acrescenta que qualquer pessoa que tenha estado em contato com qualquer um dos últimos cinco ou seis dias deve seguir as “diretrizes dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças do governo”.

Companheiro de Martin Luther King Jr. na década de 1960, um orador talentoso, este pastor batista nascido em 8 de outubro de 1941 na ainda segregada América, concorreu às primárias democratas para a eleição presidencial dos EUA duas vezes na década de 1980, e por muito tempo continuou sendo a figura negra mais famosa que tentou disputar a Casa Branca … até mesmo Barack Obama.

Ele foi vacinado contra o coronavírus em janeiro passado, e então pediu aos afro-americanos relutantes que se vacinassem

O anúncio de que ele será hospitalizado ocorre em um momento em que os Estados Unidos, o país mais devastado pelo vírus COVID-19 com mais de 620.000 mortes, está passando por um novo surto de poluição variável delta.

Jesse Jackson anunciou em 2017 que sofre da doença de Parkinson.

Em julho passado, ele recebeu das mãos do presidente francês Emmanuel Macron em Paris a insígnia do Comandante da Legião de Honra.

READ  Passaportes britânicos emitidos para residentes de Hong Kong não são mais reconhecidos em Pequim

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *