O terceiro maior diamante do mundo foi encontrado em Botswana

Um enorme diamante bruto, uma pedra brilhante com reflexos prateados embrulhado na palma da mão, foi descoberto em junho no Botswana, soubemos na quarta-feira com a empresa canadense Lucara.

Descoberta em 12 de junho, a gema de 1174 quilates rouba o terceiro lugar, na plataforma do maior diamante do mundo, a outra pedra excepcional encontrada poucos dias antes, em 1º de junho, no mesmo país, mas proveniente de outra mina da empresa.

O CEO da Lucara, Nassim Lahri, comentou que foi uma “descoberta histórica, para nós e também para o Botswana”. “Na pirâmide de grandes pedras, ele ocupa o terceiro lugar”, disse ela com orgulho à AFP durante sua apresentação ao governo em Gaborone.

Esta última descoberta consolidou a posição do Botswana como líder mundial na fabricação das maiores pedras, com seis dos maiores diamantes do mundo.

O presidente Mokwetsi Masisi saudou este “momento maravilhoso” e o número crescente de descobertas de diamantes no país.

O diamante de 1.098 quilates descoberto em 1º de junho é propriedade de Debswana, propriedade conjunta do governo e do negociante de diamantes sul-africano De Beers.

O maior diamante conhecido é o Cullinan, que pesa mais de 3.100 quilates, descoberto na África do Sul em 1905.

READ  Agente dos Emirados Árabes Unidos | Acusado de lobby não divulgado, ex-conselheiro de Trump se declara inocente

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *