Os bispos do Brasil em união de oração pela paz no Haiti

O dia 1º de maio será um “Dia de oração e missão pela paz no Haiti”. A Conferência Episcopal Brasileira decidiu fazê-lo por meio da Comissão Pastoral para a Ação Missionária, em colaboração com a Ajuda à Igreja que Sofre.

“O pequeno país no meio do Caribe ainda está sofrendo com as consequências do terremoto de 2010. Além disso, desde que o furacão Matthew atingiu em 2016, as mortes e a pobreza aumentaram, enquanto a população está crescendo. mais vulneráveis, enfrentando conflitos e tensões internas“, Observam os bispos brasileiros em um comunicado à imprensa, também aludindo às diversas ondas de sequestros e sequestros que, nos últimos dias, afetaram padres e religiosos.

“Vivemos em constante medo», Afirma Dom Jean Désinord, bispo de Hinche, diocese localizada a cerca de cem quilômetros de Porto Príncipe, capital do Haiti. O dia 1º de maio destacará o valor da oração como “Ação missionária”: “Rezar pelas missões significa também ser missionário”, explica Padre Daniel Rocchetti, membro da Comissão Pastoral da Ação Missionária no Brasil.

Ladainha de santos ou ofertas

Lugar, portanto, para a criatividade das orações: “Você pode recitar o Rosário ou a Ladainha dos Santos, ainda sugere o padre Rocchetti, fazer uma oferenda espiritual ou mesmo dirigir um pensamento particular de acordo com uma intenção específica ”. Esta iniciativa do episcopado brasileiro também segue a da mesma Igreja local em 1é em abril passado pela paz na Birmânia.

O Haiti é hoje o país mais pobre do continente americano. Crimes de gangues e sequestros estão aumentando e sérias tensões políticas entre o governo e a oposição levam a uma instabilidade crônica; já em fevereiro, os bispos do Haiti falaram do perigo de “Explosão social”.

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *