Papua Nova Guiné: Cinco mortos e 1.000 casas destruídas após o terremoto

Papua Nova Guiné: Cinco mortos e 1.000 casas destruídas após o terremoto

Pelo menos cinco pessoas morreram e cerca de 1.000 casas foram destruídas pelo terremoto de magnitude 6,9 ​​que abalou o norte de Papua Nova Guiné no domingo, disseram autoridades nesta segunda-feira.

O chefe da polícia do estado de East Sepik, Christopher Tamari, disse à Agence France-Presse que este último registou cinco mortes, mas o número pode ser “maior”.

O governador provincial, Alan Bird, relatou “cerca de 1.000 casas” perdidas, acrescentando que os serviços de emergência ainda estavam “medindo as consequências” dos tremores que “causaram danos” em quase toda a província.

Dezenas de aldeias às margens do rio Sepik já sofriam grandes inundações quando o terremoto ocorreu na manhã de domingo.

Fotos tiradas após o terremoto mostraram casas de madeira desabando devido às enchentes, chegando à altura dos joelhos.

Os terremotos são comuns em Papua Nova Guiné, que fica no “Anel de Fogo”, uma região de intensa atividade tectônica que se estende do Sudeste Asiático ao Oceano Pacífico.

Embora normalmente causem apenas danos limitados em terras altas de florestas escassamente povoadas, podem causar deslizamentos de terra devastadores.

Muitos dos nove milhões de habitantes do país vivem fora das grandes cidades, onde o terreno difícil e a falta de estradas seguras podem dificultar os esforços de busca.

READ  Publicado vídeo do ataque a barcos-patrulha russos

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *