para um retorno de Selma Bacha contra o Brasil

para um retorno de Selma Bacha contra o Brasil

Liberada por lesão durante amistoso contra a Austrália, Selma Bacha estará desfalcada para a primeira partida da seleção francesa neste domingo (12h), contra a Jamaica, mas deve estar presente contra o Brasil, anunciou Hervé Renard neste sábado em entrevista coletiva.

Um pouco de esperança. Como soubemos neste sábado da lesão de Elisa De Almeida, já desfalcada para a estreia do Mundial dos Tricolores, neste domingo, contra a Jamaica, Hervé Renard deu melhores notícias sobre Selma Bacha, a outra lesionada do grupo. O time do Lyon deve voltar contra o Brasil no sábado, 29 de julho, em Brisbane.

Um retorno rápido

Liberada por lesão no final do amistoso contra a Austrália e vítima de uma torção no tornozelo, Selma Bacha está “cada vez melhor”, garantiu o técnico francês em entrevista coletiva neste sábado em declarações transcritas pela mídia independente jogadores de futebol. “Ela está acelerando e está tudo perfeito. Estávamos com muito medo, não vou esconder de vocês. Não vamos correr riscos com ela. Com certeza ela estará lá pelo Brasil.”

Afetada há oito dias e ainda se recuperando, ela treinou separadamente na tarde deste sábado, em Sydney. “O nosso médico é um mágico”, entusiasmou-se esta sexta-feira Hervé Renard, maravilhado com a rapidez com que a “stack” do grupo azul recuperou deste mau golpe.

De Almeida fora da Jamaica

Por outro lado, os azuis terão de prescindir de Elisa De Almeida, confirmou o treinador este sábado. “Ela levou uma pancada há 48 horas, não conseguia colocar o pé no chão. Hoje (sábado) está melhor, mas amanhã ela não poderá alinhar”. De Almeida, inicialmente cotado para começar, havia perdido o treino dos Les Bleues alguns minutos antes.

READ  Trio Colibri - Fusão Brasil-África Ocidental Arles Arles segunda-feira 21 de junho de 2021

A direção da seleção havia rapidamente indicado que o jogador do PSG havia sido vítima de “uma pancada na panturrilha recebida em treinamento”. Estelle Cascarino parece melhor posicionada para substituí-la na defesa ao lado do capitão Wendie Renard.

De Almeida sofreu durante a preparação dores persistentes nos adutores, o que motivou a vigilância da equipa médica. Em entrevista coletiva na quinta-feira, ela disse, no entanto, estar “100% segura de estar 100%” e afirmou “não sentir mais nenhuma dor”. É um novo golpe para uma seleção afetada por inúmeras lesões em todas as posições (Marie-Antoinette Katoto, Delphine Cascarino, Amandine Henry, Griedge Mbock).

Principais itens

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *