Qual é o lugar da África do Sul nos países BRICS?

Qual é o lugar da África do Sul nos países BRICS?

A África do Sul acolherá a cimeira dos BRICS de 22 a 24 de Agosto no Centro de Convenções de Joanesburgo. Desde 2010, o país é o mais novo integrante do grupo, cuja sigla foi imaginada na década de 2000 pelo economista Jim O’Neill. Mas economicamente, Pretória não joga na mesma categoria que as outras quatro potências do bloco (Brasil, Rússia, China e Índia), e está a tentar compensar a nível diplomático.

Com menos de 2% População dos BRICSAlém de representar menos de 2% do PIB do grupo, a África do Sul apresenta indicadores muito distantes dos dos seus parceiros. A lacuna deverá continuar a aumentar, de acordo com Johan Fauré, professor de economia na Universidade de Stellenbosch: “ Inicialmente, a África do Sul parecia ser um bom parceiro nesta aliança, mas durante a década de 2000, a economia sul-africana enfrentou dificuldades e começou a estagnar. Observamos trajetórias divergentes dentro da aliança: por exemplo, a China só atingiu metade do PIB per capita da África do Sul na década de 1990 e em 2016 ultrapassou-o. Dadas as perspectivas de crescimento muito baixas da África do Sul nos próximos anos, esta trajectória deve ser confirmada. »

Portanto, graças à sua posição diplomática, o país tem conseguido manter a sua voz dentro do bloco, segundo Jo Anse van Wyk, professor de política internacional na Universidade da África do Sul: Somos, como vimos, um parceiro de influência no continente. Já participamos várias vezes no Conselho de Segurança da ONU e também presidimos à União Africana sob Ramaphosa, o que nos dá peso. »

Quanto aos benefícios económicos que a África do Sul pode obter do grupo BRICS, ainda são mínimos neste momento. Além dos empréstimos do Novo Banco de Desenvolvimento, o país beneficia principalmente das suas relações bilaterais com a China. O Presidente Xi Jinping também será recebido numa visita de Estado paralelamente a esta cimeira.

READ  Textor quer que Juninho retorne ao OL como conselheiro especial

O intercâmbio econômico será desenvolvido com outros membros do grupo BRICS

As trocas com o bloco ainda precisam de se desenvolver, segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros sul-africano, Naledi Pandor: No ano passado, os BRICS Representa 21% do comércio da África do Sul. A China continua a ser o nosso parceiro mais importante. É claro que ainda temos um défice comercial com os países BRICS e temos de resolver isso. Há uma necessidade urgente de diversificar o nosso comércio, uma vez que as matérias-primas ainda dominam as nossas exportações. »

O grupo também está a considerar acolher novos membros e, segundo a África do Sul, vários países do continente manifestaram oficialmente interesse, como o Egipto e a Nigéria, que assumiram a posição de Pretória como principal economia mundial.

Leia tambémEm Pretória, o Irão espera obter o apoio da África do Sul para a adesão ao BRICS

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *