Ranking da FIFA: Bélgica ficará em segundo lugar atrás do Brasil

Apesar da derrota frente à Holanda (1-4), da partilha no País de Gales (1-1) e graças às duas vitórias sobre a Polónia (6-1 e 0-1) na Liga das Nações, os comandados de Roberto Martinez mantiveram 1821 pontos (contra 1827 no final de março no ranking anterior). O Brasil, que recuperou o 1º lugar em detrimento da Bélgica no ranking anterior, permanecerá em 1º lugar com 1837 pontos. A Bélgica ocupava o topo da hierarquia ininterruptamente desde setembro de 2018, depois de tê-lo alcançado também de novembro de 2015 a março de 2016.

Beneficiária da nova classificação, a Argentina avança uma posição e completa o top 3 (1770). Messi e seus companheiros ultrapassam a França, agora quarta (-1) depois de um desastroso início de campanha na Liga das Nações (duas participações e duas derrotas) onde já está eliminado. A Inglaterra, que teve um recorde tão decepcionante quanto a campeã mundial, permanecerá em quinto lugar. A Espanha sexto (+1) ultrapassa a Itália, sétimo (-1). A Holanda vai ganhar dois lugares e ocupar o 8º lugar à frente de Portugal (-1) e da Dinamarca, que volta ao top 10 (+1).

O País de Gales cairá um lugar (19º) e a Polônia permanecerá em 26º.

Os três (primeiros) adversários da Bélgica na Copa do Mundo têm vários destinos. O Canadá 43º caiu (-5), enquanto Marrocos 21º (+3) e Croácia 15º (+1) estão ganhando terreno.

READ  Max Verstappen lidera o último treino livre antes da qualificação em Sakhir - 05/12/2020

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *