Ray se volta para o Bolsonaro, a “vergonha” do Brasil, e fala sobre seu apoio entre os jogadores

Antiga glória do Paris Saint-Germain, a opinião brasileira não esconde sua oposição ao presidente Jair Bolsonaro. E um pouco constrangido ao ver jogadores atuais ou aposentados, como Neymar ou Ronaldinho, apoiá-lo.

Quando falamos em futebol e compromisso político, pensamos necessariamente no brasileiro Sócrates, o “Che” do Roundball, o inventor da democracia coríntia. Mas Ray, o irmão mais novo de “The Doctor”, também está à minha esquerda. Com fortes convicções.

no Uma entrevista com Le Monde, l’ancien milieu ofensif du Paris Saint-Germain, l’un des tout meilleurs joueurs de l’histoire du club de la capitale, dit ainsi tout le mal qu’il pense du président brésilien Jair Bolsonaro et de sa politique d’extrême -direto. “Esse homem é uma pena, ele defende valores odiosos, em oposição à essência do Brasil”, fala o atual diretor esportivo do São Paulo.

Infelizmente, o futebol é um ambiente muito conservador.

No entanto, muitos ex-jogadores ou ex-jogadores brasileiros, como Ronaldinho, Rivaldo, Lucas Moura e Neymar, apóiam – ou apóiam – o líder. O que o ex-parisiense achou disso? “Bolsonaro foi eleito democraticamente e eles têm o direito de apoiá-lo”, diz ele, um tanto constrangido. Continuando: “Infelizmente, o futebol é um ambiente muito conservador.”

Cavaleiro da Legião de Honra e portador de cidadania francesa desde 2016, Al-Rai também disse: “Ele admira a capacidade dos franceses de se rebelar e resistir”. Ainda que a sua preferência na França seja claramente o Paris Saint-Germain, clube que está sempre a seguir os seus resultados do outro lado do Atlântico. Por um dia para fazer a lição de casa lá? “Francamente, não pensei nisso”, diz ele.

READ  Assistir Ao vivo: Barcelona x Huesca pelo Espanhol

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *