Segundo o novo presidente, o país “virou a página” da crise política e económica

Segundo o novo presidente, o país “virou a página” da crise política e económica

Dois dias após a destituição de Dilma Rousseff, o novo presidente Michel Temer considerou que o Brasil havia saído da crise.

O Brasil “virou a página” depois de anos de “turbulência política e econômica”, disse o novo presidente brasileiro, Michel Temer, na China, na sexta-feira, dois dias após o polêmico impeachment de Dilma Rousseff.

O fim da instabilidade política e económica. Michel Temer confirmou à imprensa durante uma breve visita a Xangai, antes de seguir para Hangzhou (leste), onde será aberta a cimeira do G20: “Sofremos com a turbulência política e económica, e sofremos com a recessão, mas esta página agora foi transformado.” Domingo. “O Brasil está abandonando resolutamente a instabilidade econômica e política que sofreu nos últimos anos”, enfatizou após uma reunião com o prefeito de Xangai, Yang Xiong.

Novo chefe animado. O centrista Michel Temer tornou-se o novo presidente do Brasil na quarta-feira, poucas horas depois de o ex-presidente ter sido demitido sob a acusação de ocultar contas públicas, marcando o fim de 13 anos de governos de esquerda no país. A ex-vice-presidente Dilma Rousseff, que precipitou a sua queda, prometeu imediatamente “colocar o país de volta nos trilhos”, enquanto o Brasil, com uma população de 204 milhões de habitantes, está atolado na pior recessão dos últimos 80 anos e tem uma população de 12 milhão. desempregado.

Fortalecimento das relações sino-brasileiras. O novo presidente, que participará domingo e segunda-feira na cimeira dos líderes do G20, em Hangzhou, apelou ao reforço da cooperação económica sino-brasileira, importante para aumentar a credibilidade do seu país. “A China e o Brasil devem apoiar-se mutuamente com coragem, especialmente porque a economia brasileira está agora a recuperar e as nossas perspectivas económicas são previsíveis”, comentou Michel Temer, de Xangai, de acordo com a tradução oficial chinesa do seu livro.

READ  You do not need to contact the New York Unemployment Bureau for an additional $ 300; When the benefits start

Parceiro de negócios para o futuro. O novo homem forte do maior país da América Latina disse estar “honrado” por ter a China como destino da sua primeira viagem oficial. “A China é o parceiro de cooperação mais importante do Brasil neste momento. Para aumentar a confiança (do mundo) no Brasil, precisamos do apoio chinês”, disse ele. Ele e o prefeito de Xangai supervisionaram a assinatura de nove acordos comerciais na sexta-feira para projetos que vão desde infraestrutura até agricultura.

No final da tarde, ao chegar a Hangzhou, encontrou-se nas margens do famoso Lago Oeste com o seu homólogo chinês, Xi Jinping, a quem descreveu como um “velho amigo”. “A China e o Brasil são, respectivamente, as duas maiores economias em desenvolvimento no Oriente e no Ocidente”, comentou Xi, enquanto Michel Temer disse estar “honrado por este gesto de amizade” entre eles.

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *