Seleção brasileira se rebelou contra decisão do presidente Jair Bolsonaro

O Brasil, ou mais especificamente o presidente Jair Bolsonaro, decidiu hospedar 47O décimo Edição da Copa América. A decisão chocou a maioria dos brasileiros cujo país foi devastado pela pandemia.
Até os jogadores da seleção nacional interagem. Eles são contra a decisão do chefe de estado. Eles tiveram uma reunião com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol sobre o assunto. Para mostrar sua desaprovação, eles planejam boicotar a tradicional coletiva de imprensa pré-jogo contra o Equador, disputada nas eliminatórias para a Copa do Mundo. O grupo, que atualmente está focado, é unificado, staff e jogadores. O treinador Tite fez a seguinte declaração sobre o caso. Esta declaração foi relatada por afrik.com:
“Temos uma opinião muito clara e já encaminhamos para o presidente (Confederação Brasileira de Futebol). Aí pedimos aos jogadores que se concentrassem apenas no jogo contra o Equador. Depois pediram para ter uma conversa direta com o presidente. É foi uma conversa muito clara. A partir daí a posição dos jogadores também ficou clara. Temos uma situação, mas não vamos falar sobre isso agora. Agora temos a prioridade de jogar bem e vencer a partida contra o Equador. Entendemos que depois dessa história da FIFA, as situações ficarão claras ”.

READ  No Brasil, as mulheres recebem o mesmo que os homens

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *