Técnico da seleção brasileira Fernando Diniz foi demitido

Técnico da seleção brasileira Fernando Diniz foi demitido

Na sexta-feira, fonte da Confederação Brasileira de Futebol confirmou a exclusão do treinador, de 49 anos, da Agence France-Presse, sob condição de anonimato.

Segundo a mídia brasileira, seu sucessor pode ser Dorival Junior, atual técnico do São Paulo.

Os torcedores expressaram esperança de que Deniz possa se reconectar com o “futebol samba”, a marca dos pentacampeões mundiais, um ano após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2022 pelas mãos da Croácia. Mas suas expectativas foram frustradas.

Dupla internacionalização, substituição e Ted Laso: Quem é Fernando Diniz, técnico interino da Seleção?

“Canarina” ocupa apenas o sexto lugar entre dez no ranking mundial das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, apenas dois pontos atrás da posição dos playoffs. Um desempenho ruim e preocupante para o único país que participou de 22 Copas do Mundo, com um recorde de cinco títulos.

Diniz foi nomeado no dia 4 de julho passado pelo período de um ano, enquanto permaneceu como técnico da seleção brasileira Fluminense, que conquistou a Copa Libertadores no final de 2023 e perdeu há duas semanas na final do Mundial de Clubes para o Manchester City. (4-0).

O seu mandato pareceu um período de transição antes da esperada chegada de Carlo Ancelotti. Mas o treinador italiano com um registo impressionante acabou por prolongar o seu contrato com o Real Madrid no final de dezembro passado até junho de 2026.

Uma derrota histórica contra a Argentina

Depois de um início promissor nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026 (vitórias por 5 a 1 sobre a Bolívia e 1 a 0 no Peru), a Seleção empatou em casa com a Venezuela e perdeu para Uruguai (2 a 0), Colômbia (2 a 1) e Peru. Argentina (1 a 0), em seu lendário banco de reservas no Maracanã, onde o nome de Diniz foi vaiado.

READ  Paris Saint-Germain: Hakimi e Marquinhos voltam a Paris

O Brasil nunca perdeu em casa nas eliminatórias da Copa do Mundo e muito menos sofreu três derrotas consecutivas nessas eliminatórias.

No dia seguinte, fora da feira, em uma série de bênçãos, destacando a cela do craque Neymar, vítima de um dos mortos que morreu no território uruguaio em outubro, desta vez ele desenvolveu o terreno de alta qualidade. meses.

A demissão de Diniz ocorre um dia depois do desenrolar de outra crise, esta crise institucional, que abala o futebol brasileiro: o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Edinaldo Rodriguez, demitido no início de dezembro por um tribunal do Rio, foi reintegrado no cargo. seu cargo.Ele atua por decisão do juiz do tribunal.Supremo.

A decisão do Tribunal Carioca invalidou um acordo anterior entre a Federação Brasileira e o Ministério Público do Rio, datado de março de 2022, que permitiu a eleição do primeiro presidente negro da federação.

Mas a FIFA e a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) não encararam a decisão do tribunal de forma positiva e rejeitaram qualquer interferência estatal nos assuntos da Confederação Brasileira.

O Brasil enfrenta Espanha e Inglaterra em amistoso em março próximo.

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *