“Vamos manter o link”: Alexandre Diplatt conversa com Rodrigo Fonseca (Brasil)

Rodrigo Fonseca – Bresel Rodrigo Fonseca: Qual a importância da música folclórica brasileira para a sua formação musical?
Alexandre Diplat: A música brasileira faz parte da minha formação musical desde os 13 anos. Cantei no coro do meu bairro, e fizemos com que os maestros das nossas bandas, que são mexicanas, cantassem clássicos como as obras de Jehan Taboro ou Guillaume de Machaout e também “La Pampa” ou “Desavenado”. Foi nessa época que comprei meu primeiro CD de Bossa Nova, que se chamava “Braziliana”, que continha composições de João Gilberto, Tom Jobim ou Luís Bonfa. A minha paixão por esta música, com os seus harmónicos e ritmos em evolução, “bateu-me” e, aos 17 anos, entrei para o grupo de Bossa, através do qual pude tocar todos os seus padrões maravilhosos. Comprei todos os discos que pude. Mais tarde, trouxe Mauricio Einhorn para Paris em 2000 para gravar com ele a música de um filme de Philip de Broca. Queria estar no Rio entre 1960 e 1970 …

O que você pode esperar de suas composições para a trilha sonora Despacho francêsPor Wes Anderson?
Cada peça da composição de Wes é uma exploração de algo novo, uma descoberta. Primeiro, pensamos em como o filme “soou”. Escolher e montar instrumentos é tão importante quanto a melodia. cerca de Despacho francêsNão seguimos uma regra oficial. Mais uma vez, você descobrirá uma escolha inesperada de ferramentas. A forma como a música interfere ao longo do filme será igualmente imprevisível.

Você foi o presidente do júri em Veneza, você até foi ator. Você quer fazer um filme?
Fazer um filme é uma aventura completamente diferente. Isso é algo que eu teria feito em muito tempo se achasse que poderia. Mas o trabalho do compositor … é compor. É a música que me faz vibrar. É a música que me faz trabalhar 18 horas por dia. O cinema evolui com a sociedade e a música do cinema deve evoluir com ele. Mas a evolução não significa de forma alguma empobrecimento.

READ  Brasil leiloa 22 aeroportos e 5 portos

Quais músicos ou cantores você recomendaria ouvir durante este confinamento?
Moro em Paris, no bairro do Marais, e sempre espero conhecer o Chico Buarque porque sei que ele tem um apartamento por perto.

E você pode recomendar um filme?
Amarcord, de Federico Fellini, e sua poesia musical de Nino Rota.

Escritor : Conexões de serviço

Ultima atualização : 12 de maio de 2020 São 14h38 CEST

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *